• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 41.569 casos
  • 769 mortes
  • 40.206 curados
29.1 C
Serra
sexta-feira, 05 março - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 41.569 casos
  • 769 mortes
  • 40.206 curados
Após reclamações...

Prefeitura diz que obra da Rotatória do Ó segue o cronograma e será entregue em 2022

Leia também

Motociclista morre ao colidir com poste na rodovia Norte Sul

Um instrutor de auto-escola perdeu a vida num acidente fatal na tarde desta sexta-feira (5), na Serra. O acidente aconteceu...

Ambiental Serra é flagrada jogando esgoto em córrego que deságua entre Manguinhos e Bicanga

A poluidora Ambiental Serra, que é parceira público-privada da Cesan, está lançando esgoto residencial sem nenhum tipo de tratamento...

Golpistas tentam enganar pais de alunos na Serra e Prefeitura emite alerta

A Prefeitura da Serra emitiu um alerta aos pais de alunos das unidades de ensino do município dizendo que...
Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

A Prefeitura da Serra diz que as obras seguem rigorosamente o cronograma e serão entregues em 2022. Foto: Ana Paula Bonelli

A obra da Rotatória do Ó, em Parque Residencial Laranjeiras, segue causando polêmica entre os moradores da cidade. Acontece que muitos populares afirmaram que a construção estaria paralisada, pois segundo eles, há pouca movimentação de funcionários e maquinários no campo de obras. No entanto, a informação não é verídica e, segundo a Secretaria de Infraestrutura e Mobilidade (Seob), a construção segue “rigorosamente o cronograma” e será entregue em 2022.

A manifestação da Prefeitura da Serra ocorre após muitas denúncias feitas por moradores da cidade. Um deles é o Fabio Soares, de Morada de Laranjeiras, que procurou o TEMPO NOVO. “Tenho percebido já um bom tempo que a obra da rotatória está parada. Não vejo trabalhadores e máquinas paradas no mesmo local há vários dias. (Queria saber) o que está ocorrendo. Pelo jeito será mais uma obra que já começa com seu prazo vencido”, afirmou.

Daiane Viana, que trabalha no Civit II, e passa pelo local todos os dias também questionou sobre o andamento da obra. “Trabalho no Civit II e todos os dias passo pela rotatória. Desde o início do ano que a obra está parada. Vocês poderiam verificar e lançar uma reportagem no jornal, pelo qual motivo ela está parada”, solicitou.

No dia 9 de fevereiro, a reportagem foi atrás da Prefeitura da Serra para levar os questionamentos de populares. Em nota, a pasta municipal diz que as obras continuam ocorrendo e nunca foram paralisadas. Porém, no texto enviado, a secretaria não comenta sobre as obras estarem em ritmo lento.

Já na sua conta oficial do Facebook, o titular Secretaria de Infraestrutura e Mobilidade, Halpher Luiggi, assumiu que a obra estaria em ritmo lento e disse que isso estava sendo causado pelas festas e feriados de fim e ano. “Em fevereiro, as obras aceleram depois do intervalo das férias e final de ano”, comentou.

Vale destacar que, conforme informado na semana passada pelo TEMPO NOVO, o atual prefeito da Serra, Sergio Vidigal (PDT), resgatou, em partes, o projeto de Oscar Niemeyer para a Rotatória do Ó – descartado pela gestão do ex-prefeito Audifax – e quer construir um Memorial Metropolitano nas proximidades do Hospital Dório Silva, em Parque Residencial Laranjeiras.

De acordo com o atual chefe do Executivo, a ideia é obter recursos com a iniciativa privada para viabilizar a execução da obra, que em 2012, era estimada em R$ 70 milhões. Essa obra não irá interferir nas atuais que ocorrem na rotatória e seria feita nas proximidades do local.

A obra de R$ 44 milhões que promete desafogar o trânsito em Laranjeiras

Perspectiva divulgada pela Prefeitura da Serra.

Com um investimento de mais de R$ 40 milhões, a construção da nova Rotatória do Ó foi iniciada no ano passado em Parque Residencial Laranjeiras. A obra, que acontece em frente ao Hospital Estadual Dório Silva, promete agilizar a vida de quatro mil motoristas que circulam por hora na região. De acordo com a Prefeitura da Serra, serão construídos três mergulhões no local, que é palco de engarrafamentos e até acidentes.

Além dos três mergulhões, o projeto da obra aponta que serão feitas três faixas em sentido único para veículos em geral e duas faixas de mão e contramão exclusivas para o transporte coletivo. Ainda segundo o projeto, as duas passagens inferiores que ligam as avenidas Eudes Scherrer e Talma Rodrigues Ribeiro têm a extensão de 400 metros. Além disso, a passagem inferior que dá acesso à avenida Copacabana tem 180 metros, totalizando, assim, 580 metros de pista nas rampas do interior da rotatória.

O Município ainda afirma que assim que estiver pronta – previsão de dois anos – a população poderá contar também com um estacionamento público, uma praça e uma pista de skate, na parte central da rotatória que, hoje, é um terreno vazio. O prefeito Audifax Barcelos (Rede) comentou a nova obra e disse que o investimento é de grande importância.

A Prefeitura também promete várias melhorias também serão realizadas para os pedestres por meio das obras. O projeto prevê calçada e ciclovia que vai da Avenida Eudes Scherrer até a Av. Talma Rodrigues Ribeiro, passando inclusive pelo entorno da Rotatória do Ó e pela Av. Copacabana, com extensão total de 4,1 km.

A Prefeitura da Serra ainda afirmou que a obra vai desafogar o trânsito na região, agilizar a ligação entre os terminais de Laranjeiras e Jacaraípe e acabar com os estrangulamentos de trânsito que acontecem no local, principalmente nos períodos da manhã e da tarde.

Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Saiba mais
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!