29.8 C
Serra
quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

Pouco apoio deixou Serra fora do Pan Americano, afirmam esportistas

Leia também

Calor aquece produção e venda de picolé, sorvete e açaí na cidade

O calor que vem junto com o verão aquece algumas atividades econômicas. Uma delas é o setor alimentício ligado...

Ativista registra família de macacos bugios no Mestre Álvaro   

Tem boa notícia para o meio ambiente no Mestre Álvaro. Na última terça-feira ativistas da ong Guardiões do Mestre...

Coronavírus: ministro da Saúde recomenda que turistas troquem Itália por ES

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, realizou uma coletiva de imprensa para confirmar o primeiro caso de coronavírus...
Vilson Vieira Jrhttps://www.portaltemponovo.com.br%20
Morador da Serra, Vilson Vieira Junior é repórter do Tempo Novo. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Esporte.

O goleiro Mão, do beach soccer, diz que a Serra tem grandes atletas, mas falta mais investimento e apoio (Foto: Divulgação)

Os jogos Pan-Americanos 2019 começaram na última sexta-feira, dia 26 de julho. Os jogos de Lima reúnem 6.680 atletas de 41 países, em 39 esportes. É a maior edição história do Pan em número de atletas. O Brasil será representado por 485 competidores, segundo números divulgados pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB). O ES levou três atletas, mas nenhum é da Serra.

Para lideranças esportivas da cidade, essa ausência de atletas serranos é do que consideram pouco apoio ao esporte local.

Para o goleiro da seleção brasileira de beach soccer, o Mão, falta ao poder público ter pessoas capacitadas para lidar com o esporte e investir nessa área. “Temos um município com grande potencial, mas sem uma visão de investimento no desenvolvimento esportivo. Temos apenas ações meramente pontuais. E nós temos grandes atletas com totais condições de fazer parte de uma competição tão importante como é o Pan Americano”, avalia. Foi essa “defasagem de investimento” no esporte que, segundo Mão, culminou na falta de atletas no Pan e em outras competições.

Na opinião do técnico do Serra Vôlei feminino, Evaldo Luiz Barbosa, em toda competição de alto nível como o Pan, participam os melhores. Por isso, ele acredita que a formação de atletas deve começar nas escolas, além de apoio integral. Mas ele aponta outras medidas: “Construção ou readequação dos ginásios poliesportivos, capacitação de profissionais voltados para o rendimento. Aí poderemos ter a médio e longo prazo uma maior participação em eventos de nível internacional”, destaca.

A falta de patrocínio é outro obstáculo para os atletas serranos treinarem e disputarem torneios de alto nível. Essa é a avaliação do judoca Hugo Souza, professor e fundador da Associação Judô Bushido, de Cidade Continental. “Infelizmente, aqueles que se destacam por falta de patrocínio se deslocam para os grandes centros esportivos do país. Precisamos do incentivo da Prefeitura e da iniciativa privada e da construção de centros esportivos na cidade. Assim, podemos iniciar um trabalho de base. Hoje, isso fica a cargo de clubes privados”, disse Hugo.

Parapan

Já no Parapan, cuja disputa começa no dia 23 de agosto, também em Lima, há uma atleta da Serra. É Maxcileide Ramos, convocada para a seleção brasileira de basquete em cadeira de rodas (leia matéria sobre a paratleta). Ela é de Planalto Serrano e treino no Irefes/Sesport, em Vitória. Para essa competição, o Brasil deve enviar 337 atletas, segundo o Comitê Paralímpico Brasileiro. O ES terá quatro paratletas.

Comentários

Mais notícias

Ativista registra família de macacos bugios no Mestre Álvaro   

Tem boa notícia para o meio ambiente no Mestre Álvaro. Na última terça-feira ativistas da ong Guardiões do Mestre encontraram uma família de macacos...

Coronavírus: ministro da Saúde recomenda que turistas troquem Itália por ES

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, realizou uma coletiva de imprensa para confirmar o primeiro caso de coronavírus no Brasil, que foi registrado...

Matagal e falta de calçada faz pedestre sofrer risco de atropelamento na Serra

Um problema antigo tem trazido transtornos para os moradores de Morada de Laranjeiras. Acontece que a falta de uma calçada e o matagal que...

Coronavírus é descartado em paciente internado no Jayme Santos na Serra  

Está descartada a infecção por Coronavírus no paciente atendido ontem na UPA de Carapina e transferido em seguida para o Hospital Jayme Santos. Segundo...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem