• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 68.100 casos
  • 1.417 mortes
  • 66.111 curados
23.7 C
Serra
sexta-feira, 23 julho - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 68.100 casos
  • 1.417 mortes
  • 66.111 curados

Polícia Civil vai coletar material genético de familiares de pessoas desaparecidas

Leia também

Supermercado Casagrande multado em R$ 83 mil por fazer loja sem licença em Jacaraípe

A nova loja do supermercado Casagrande em Jacaraípe, prevista para ser inaugurada na semana que vem, foi multada em...

Estudo inglês demonstra que segunda dose de vacinas é essencial contra a variante delta

Mais um estudo demonstra a necessidade da segunda dose da vacina contra a Covid para que a proteção seja...

Gleisi Hoffman vem ao Estado para contribuir na formação de uma frente pró-Lula

  Com o avanço da popularidade de Lula no Espírito Santo e retomada do ex-presidente na preferência dos eleitores capixabas,...
Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

 

Começa no próximo dia 14 e segue até 18 de junho a coleta de material genético das famílias de pessoas desaparecidas no Espírito Santo, realizada pela Polícia Civil. A ação é parte de uma campanha nacional elaborada pela Rede Integrada de Bancos de Perfis Genéticos (RIBPG), com o apoio da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). O agendamento já começou e pode ser feito por whatsapp, pelo número (27) 3225-8260, ou por telefone, no número (27) 3137-9065.

O objetivo é reunir dados de desaparecidos, familiares de desaparecidos, pessoas vivas desconhecidas e de corpos sem identificação. No Espírito Santo, a amostra deve ser coletada de familiar de primeiro grau preferencialmente (mãe, pai, irmão ou filho) e a família também pode entregar objetos de uso pessoal, que possam conter amostras de DNA do parente desaparecido. Pode ser uma escova de dentes, uma aliança, um aparelho de barbear ou até mesmo um dente que tenha sido guardado.

Coleta no Laboratório de DNA
As coletas dos dias 14, 15, 17 e 18 serão realizadas no laboratório de DNA, anexo à sede da Chefatura de Polícia Civil. A equipe está agendando uma família para o período da manhã e outra para o horário da tarde, visando evitar aglomerações.

Coleta no Auditório da Polícia Civil
No dia 16/06/2021, o atendimento às famílias será realizado no Auditório da Polícia Civil, no horário de 10 às 16h, também mediante agendamento prévio, com a presença de servidores da Delegacia Especializada de Pessoas Desaparecidas (DEPD) e Departamento Médico Legal (DML).

Neste dia, a equipe também realizará atendimento sem agendamento prévio. Familiares de pessoas desaparecidas há mais de 30 dias poderão comparecer ao local de coleta, levando o Boletim de Ocorrência do desaparecimento registrado junto à Polícia Civil. Caso não tenham feito o registro, a Ocorrência poderá ser feita na hora, pela equipe da DEPD que estará no local.

Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!