19 C
Serra
segunda-feira, 01 de junho de 2020

Páscoa: o perigo do chocolate para os cães

Leia também

Auxiliares e técnicos de enfermagem do Jayme decidem se entram ou não em greve na segunda

O Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do Espírito Santo (SITAEN-ES) marcou, para a próxima segunda-feira (1), às...

Servidores da Serra podem realizar perícia médica por meio da internet

Enquanto os serviços seguem limitados em função da pandemia do novo coronavírus, a Prefeitura da Serra está permitindo que...

Mais de 60 vagas de emprego no Sine da Serra na segunda (1)

Se você está procurando emprego o  Sine da Serra não está realizando atendimento presencial ao público, mas continua captando...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

cachorro-comendo-chocolateEm época de Páscoa, muitos cães acabam tendo acesso ao chocolate humano, seja pela oferta do próprio dono ou porque eles dão um jeito de “roubar” um pedacinho da guloseima. Mas o que muitas pessoas não sabem é que no chocolate há uma substância tóxica para os pets, a teobromina, que pode causar sérios danos à saúde dele, inclusive leva-los a óbito.

As raças mais sensíveis à teobromina são as de pequeno e médio porte, pois a quantidade de chocolate em relação ao seu peso corporal será maior.

Os principais sintomas clínicos que os cães apresentam são o vômito, diarreia, polidipsia (quando o cão bebe mais água do que o normal) e poliúria (quando urina mais do que normal), náuseas e arritmias cardíacas. Além desses, existem outros sinais, considerados mais graves, como convulsão e hemorragia intestinal, que podem ocorrer entre 12 e 24 horas após a ingestão do alimento.

A teobromina, quando em grandes quantidades no organismo do cão, pode ainda causar excitação, hipertensão moderada, ofegância, entre outros. Os sintomas podem se iniciar em poucos minutos, até mesmo no dia seguinte. Isso irá variar de acordo com a sensibilidade do animal. 

Por isso, não dê chocolate ao seu cão de maneira alguma. Mas se acontecer dele ingerir, procure um médico veterinário urgente.

Com informações da veterinária Carla Berl, diretora do Hospital Veterinário Pet Care, em São Paulo.

 

Comentários

Mais notícias

Servidores da Serra podem realizar perícia médica por meio da internet

Enquanto os serviços seguem limitados em função da pandemia do novo coronavírus, a Prefeitura da Serra está permitindo que seus servidores realizem a perícia...

Mais de 60 vagas de emprego no Sine da Serra na segunda (1)

Se você está procurando emprego o  Sine da Serra não está realizando atendimento presencial ao público, mas continua captando e oferecendo as vagas de...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!