• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 35.992 casos
  • 711 mortes
  • 34.605 curados
30 C
Serra
quarta-feira, 27 janeiro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 35.992 casos
  • 711 mortes
  • 34.605 curados

“O PHS foi o primeiro partido a declarar apoio a Audifax”

Leia também

Reunião entre Vandinho e Coronel Ramalho confirma reforma de delegacia em Jacaraípe  

O problema na segurança é uma das principais queixas dos moradores da Grande Jacaraípe, na Serra. Embora seja um...

Empresa vence ‘queda de braço’ na Justiça e serranos poderão beber água infectada com lixo

A qualidade da água na região de Serra Sede já deixa a desejar e a situação poderá ficar ainda...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Os vereadores eleitos Roberto Catirica (de azul claro)e Stefano Andrade (de azul escuro), com o presidente Jadson Barcelos. Foto: Thiago Albuquerque
Os vereadores eleitos Roberto Catirica (de azul claro)e Stefano Andrade (de azul escuro), com o presidente Jadson Barcelos. Foto: Thiago Albuquerque

Yuri Scardini

O até então tímido Partido Humanista da Solidariedade (PHS) da Serra foi uma das surpresas das eleições de 2016, elegendo dois vereadores para a próxima legislatura (2017-2020). Roberto Catirica é estreante na Câmara, eleito com 2.196 votos, e Stefano Andrade, também novato, obteve 2.035 votos. Com isso, o partido quer dar mais um salto no cenário político local e indicar nomes para compor a equipe do prefeito reeleito Audifax Barcelos.

Acompanhados do presidente da agremiação, Jadson Barcelos, os dois vereadores eleitos pelo PHS visitaram a redação do jornal Tempo Novo, onde fizeram um balanço do resultado das urnas na Serra e da possibilidade de compor a equipe de governo a ser montada pelo prefeito reeleito Audifax Barcelos (Rede).

Segundo Jadson Barcelos, para o PHS é hora de discutir os rumos da legenda. “O PHS foi o primeiro partido da Serra a declarar apoio ao prefeito Audifax, em 24 de julho. Fomos o primeiro a aderir à candidatura e defender o nome dele nestas eleições. Temos nos nossos quatro nomes para ocupar qualquer pasta do governo municipal, mas isso fica a critério dele”, declarou.

Sobre o crescimento do partido, com dois assentos em um universo de 23 vereadores, avalia como muito positivo. “Resultado de muito trabalho de responsabilidade, seriedade e comprometimento. Montamos o PHS e o tornamos competitivo, com condições reais de disputa para todos os candidatos. Não temos a chancela de político nenhum com carreira na cidade”, acrescentou Jadson.

O vereador eleito Stefano Andrade ponderou que é possível pleitear mais de uma secretaria para a cota do PHS. “Temos pessoas com perfil técnico e político à disposição do PHS, que podem contribuir com o desenvolvimento do município. Construímos juntos a eleição e queremos contribuir com a administração”, lembrou.

Roberto Catirica acrescentou que “Se tiver alguém do mesmo tamanho nosso no município que seja contemplado, queremos ser tratados da mesma forma”. Sobre a eleição da Mesa Diretora, Catirica lembrou que os dois vereadores do PHS têm capacidade para sentar na mesa de discussões. “Estamos discutindo na base do prefeito, para votar e sermos votados. É um bom exercício de parlamento”, disse.

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!