Serra, 24 de junho de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Política

Serra, 14 de Maio de 2018 às 15:15

“Não poderia ter tido outra atitude”, diz Cabo Porto sobre denúncia de veículo suspeito na Serra

O vereador Cabo Porto foi o responsável por chamar a Polícia Militar, fato que resultou na condução do seu colega à Delegacia de Laranjeiras


Cabo Porto. Foto: Fábio Barcelos

O vereador Cabo Porto (PSB) divulgou nota neste domingo (13), por meio da qual justifica os fatos ocorridos na sexta-feira (11), por ocasião da condução do colega de plenário, Stefano Andrade (PHS), à Delegacia de Laranjeiras, fruto de uma denúncia do socialista. Stefano estava em um veículo HB20, juntamente com o superintendente da Câmara, Fabrício Oliveira, e o coordenador de Comunicação, Rodrigo Merlo. No carro, a Polícia Militar encontrou R$ 11.500 e um revólver calibre 32.

Segundo o vereador, ele e outros oito vereadores [Miguel da Policlínica (PTC), Quelcia Fraga (PSC), Wellington Alemão (DEM), Raposão (PSDB), Adilson de Novo Porto Canoa (PSL) e Robinho Gari (PV)] saíram da Câmara em direção ao bairro Cascata, para almoçar, quando o vereador Miguel percebeu um veículo, HB20, que imaginou estar seguindo o grupo.

“Imediatamente ao visualizar o mencionado veículo e a suposta perseguição, acionei a Polícia Militar, por meio do comando local, na pessoa do tenente PM Dávila, tendo em vista que o carro suspeito tinha insulfilm muito escuro, impossibilitando a identificação dos ocupantes, e considerando o momento tenso que passa a política da cidade, somados aos meus 22 anos de combate ao crime e tendo sofrido ameaças contra a minha vida por diversas vezes, devido à minha luta contra a criminalidade, não poderia ter tido outra atitude”. 

Porto acrescentou que ficou surpreso ao ser informado que no interior do veículos foram encontrados arma de fogo e um volume de dinheiro. 

“O vereador conduzido vem afirmando que esse ocorrido é perseguição política, afirmando que tem relação coma instabilidade jurídica/política que passa atualmente a Câmara da Serra, afirmo minha inteira confiança nos policiais militares que atenderam à ocorrência, pois a arma de fogo não foi plantada pelos policiais… os dois funcionários da Câmara disseram que a arma era do vereador conduzido”.

O fato ocorrido na Serra impactou em Vila Velha, uma vez que o veículo apreendido pertence à procuradora de Justiça Karla Sandoval, esposa do vereador Heliossandro Mattos (PR), que já anunciou que vai acionar a Corregedoria da PM contra o Cabo Porto, sob acusação de tentar ligar o nome da sua mulher ao caso.

 




O que você acha ?

Você está animado para a Copa do Mundo?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por