30.5 C
Serra
terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

Música clássica a preço popular no Carlos Gomes

Leia também

Marchinha de capixaba alerta sobre dengue, zika, chikungunya e malária

Tema de grande relevância para a saúde pública, as doenças transmitidas por pernilongos viraram marchinha de carnaval, unindo arte,...

Fábrica da Fortlev na Serra abre vaga de emprego

A Fortlev, empresa com sede no Civit II, na Serra, está abrindo vaga de emprego para Analista de Qualidade. A...

Lixo de shopping incomoda e ‘tira o apetite’ de moradores na Serra

Quem mora nos condomínios Veredas e Buritis de Colina de Laranjeiras sofre diariamente com um mau cheiro de lixo....
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

As apresentações acontecerão no Theatro Carlos Gomes, em Vitória. Foto: Divulgação
As apresentações acontecerão no Theatro Carlos Gomes, em Vitória. Foto: Divulgação

Na próxima quarta (29) e quinta-feira (30), a Orquestra Sinfônica do Estado do Espírito Santo (OSES) realizará os concertos de pré-estreia e Concertos Sinfônicos da Temporada 2015, sob a regência do maestro André Cardoso, atual presidente da Academia Brasileira de Música.

As apresentações contarão com a participação de duas solistas, sendo uma cantora e uma clarinetista, e acontecerão no Theatro Carlos Gomes, em Vitória, às 20h.

O destaque da noite será a estreia mundial da obra de Fernando Morais, “Seis formas de amar”, escrita em 2014. Segundo o compositor, a peça é uma serenata que canta o amor de seis maneiras diferentes: amor correspondido, amor doentio, amor platônico, amor na velhice, amor na adolescência e amor não correspondido. A letra é do poeta Nonato Véras.

Os ingressos podem ser comprados com antecedência na bilheteria do teatro por R$ 1 (meia) e R$ 2 (inteira).

Solistas Convidadas

Luisa Francesconi é uma mezzo-soprano que se destaca no repertório rossiniano e mozartiano, ao interpretar papéis em óperas como Il Barbiere di Siviglia, L’Italiana in Algeri, Così fan Tutte e Don Giovanni. Ela canta com frequência em teatros brasileiros e italianos, e tem se apresentado regularmente em Portugal.

Já a clarinetista Renata Menezes, foi premiada em diversos concursos. Em 2001 ganhou uma bolsa da Longy School of Music, em Boston, para participar do International Clarinet Connection, tendo aulas com os melhores clarinetistas da atualidade: Alessandro Carbonare (Orquestra da Academia Santa Cecília), Ricardo Morales (Orquestra da Filadélfia), Luis Rossi (Chile) e Jonathan Cohler (New England Conservatory). É integrante da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro, Brasília Ensemble (Quinteto de Sopros) e ensina clarineta no Projeto Música e Cidadania, no Paranoá.

Mais informações no telefone 3132 8399.

Comentários

Mais notícias

Fábrica da Fortlev na Serra abre vaga de emprego

A Fortlev, empresa com sede no Civit II, na Serra, está abrindo vaga de emprego para Analista de Qualidade. A empresa que é líder nacional...

Lixo de shopping incomoda e ‘tira o apetite’ de moradores na Serra

Quem mora nos condomínios Veredas e Buritis de Colina de Laranjeiras sofre diariamente com um mau cheiro de lixo. O incômodo está sendo causado...

Prefeitura suspende cobrança do rotativo em Serra Sede

Os motoristas que visitarem a região de Serra Sede não terão que pagar o estacionamento rotativo durante os próximos dias. A Prefeitura da Serra...

Escritor capixaba aborda racismo em seu 9º e-book

Nesta sexta-feira (21) o escritor capixaba Maxwell dos Santos, lança mais um trabalho de ficção que denuncia injustiças no Brasil. Trata-se de 9º e-book...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem