27.3 C
Serra
terça-feira, 28 de janeiro de 2020

Ministério público pede perda de mandato e de direitos políticos para Geraldinho Feu Rosa

Leia também

Músico grava CD gospel e faz shows para ajudar esposa com doença degenerativa

Dias 7 e 8 de fevereiro vai ter Verão com Jesus Serra, em Jacaraípe e uma das atrações será...

Mais de 150 vagas para auxiliar de limpeza no Sine da Serra

Nesta quarta-feira (28), estarão abertas 266 vagas para profissionais que possuem apenas o ensino fundamental e moram, atualmente, na...

Serra joga em casa no sábado em busca da primeira vitória no Capixabão

O Serra empatou com o Real Noroeste em Águia Branca e agora segue para o segundo jogo da primeira...
Maria Nascimento
Maria Nascimento é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

Geraldinho é conhecido por excentricidades, entre elas deitar dentro de um caixão para protestar contra exoneração de aliados seus em uma unidade de saúde. Foto: divulgação

Afastado das funções parlamentares desde junho, o vereador José Geraldo Carreiro, o Geraldinho Feu Rosa (sem partido) pode perder o mandato. É o que defende o Ministério Público Estadual, por meio da Promotoria da Serra. O órgão solicitou à Justiça que Geraldinho continue afastado da Câmara e que, ao final do processo que responde por rachid, perca o mandato e ainda seus direitos políticos por cinco anos.

O vereador foi denunciado por um ex-assessor, que comprovou a prática do rachid por meio de um vídeo onde o vereador cobrava a contribuição dos seus assessores. Geraldinho nega.

Geraldinho está afastado, após determinação da juíza da Vara da Fazenda Pública Municipal, Telmelita Guimarães. Por meio de sua assessoria, a juíza informou a reportagem há duas semanas que vai anunciar sua decisão sobre o processo antes do início do recesso do Judiciário, em 20 de dezembro.

A reportagem acionou o Ministério Público para se pronunciar sobre o caso, mas até o momento não obteve retorno.

Já a defesa do vereador foi procurada, mas disse que ainda não vai comentar o assunto. “Nosso prazo para apresentar alegações finais é dia 27 e não tivemos acesso às alegações finais do MP, portanto não vamos nos pronunciar sobre o assunto”, disse o advogado Helio Maldonado.

 

 

Comentários

Mais notícias

Mais de 150 vagas para auxiliar de limpeza no Sine da Serra

Nesta quarta-feira (28), estarão abertas 266 vagas para profissionais que possuem apenas o ensino fundamental e moram, atualmente, na Serra. Destas chances, 155 são...

Serra joga em casa no sábado em busca da primeira vitória no Capixabão

O Serra empatou com o Real Noroeste em Águia Branca e agora segue para o segundo jogo da primeira fase do Campeonato Capixaba contra...

Erosão avança, destrói ruas e preocupa moradores em Manguinhos

A beleza de uma das principais praias da Serra, Manguinhos, está dando lugar para crateras gigantes. A causa disso tudo são as fortes ondas...

Instituto alerta para risco de mais chuva forte no ES

Pode chover forte nas cidades capixabas, incluindo a Serra, durante a tarde e noite desta terça-feira (28). O alerta é do Climatempo. De acordo...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem