Me orgulho de ser a pré-candidata a deputada federal na Serra escolhida por Lula, diz Jackeline

Jackeline Rocha é pré-candidata a deputada federal. Foto: Leonardo Lucas.

A moradora da Serra, Jackeline Rocha foi candidata à governadora pelo PT em 2018 ficando em 3º lugar com 142.654 votos, dos quais, 24 mil vieram de eleitores da Serra. Agora, em 2022 ele quer uma vaga na Câmara Federal para preencher a bancada capixaba e fortalecer as fileiras do PT no parlamento brasileiro. Na última quinta-feira, ela esteve na redação do Jornal TEMPO NOVO e concedeu entrevista ao lado do ex-prefeito João Coser.

Jackeline está muito conectada com o cenário nacional e defende com veemência a eleição de Lula para presidência como uma resposta direta ao que ela classifica como ‘autoritarismo bolsonarista’ que ‘ataca minorias e humilha a população de menor renda’. Ela ainda disse com todas as letras – endossadas pelo companheiro de partido, João Coser: “Jackeline Rocha é a candidata a deputada federal de Lula na Serra”.

Em conversa com a reportagem ela citou as obras do Contorno do Mestre Álvaro, que de acordo com ela seria mais um caso de apropriação de mérito’ de Bolsonaro com os programas implantados pelos governos do PT. “Eles fazem isso muito bem; se apropriam do que nós fizemos, mas infelizmente destruíram alguns projetos importantes, que poderiam até ter se apropriado, mas não destruído, como Minha Casa, Minha Vida, programas de renda”, disse.

Jackeline argumenta que o Contorno do Mestre Álvaro (orçado em R$ 400 milhões maior obra em operação no ES) iniciou-se com o PAC (Programa de Aceleramento de Aceleração do Crescimento) implantado pelo Ministério do Desenvolvimento, Infraestrutura de Lula e Dilma Rousseff.

“A marca do Governo Dilma, por exemplo, foi a implementação do PAC, as obras estruturantes e isso inclusive transformou a cara de muitas cidades, e a Serra está nesse bolo”, disse a pré-candidata.

Ela ainda criticou o que chamou de ‘desmonte do SUS’ e o teto de gastos, que na visão dela, precisa ser revisto. “Investimentos na área da saúde, educação e assistência congelados por 20 anos é uma coisa que impacta diretamente os municípios ali e o próprio pacto federativo. Os prefeitos estão agonizando, e se não fosse a estrutura já implementada do SUS nós teríamos sofrido muito mais com a pandemia”, exemplificou.

Jackeline Rocha afirmou também que o governo Bolsonaro desmontou o Programa Mais Médicos, o que na opinião dela, acarretou na falta crônica de profissionais da saúde nas periferias. “Os médicos cubanos, eu lembro bem pela minha experiência, minha avó era atendida. Tinha vários postinhos de saúde aqui na Serra; Serra Dourada III, Jacaraípe, e eles gostavam do atendimento porque era humanizado”, sustentou.

A pré-candidata defende que nos Governo Lula e Dilma, houve uma “revolução” no sistema de saúde, citou as UPAs da Serra que receberam incentivos federais e “praticamente salvaram o sistema de saúde do município”.

Com críticas ácidas contra o presidente Jair Bolsonaro, ela afirmou que ele está “estrangulando os prefeitos no Brasil”. Com medidas tomadas em Brasília, mas que as prefeituras não tem como arcar, como por exemplo, o reajuste dos professores.

Claro que os professores tem que ganhar mais, a discussão não é essa; o debate é o que existe por traz disso; Bolsonaro quer prefeitos com o pires na mão. A gente viu o MEC (Ministério da Educação), ministro fazendo acordos com determinadas cidades por compra de Bíblia, barra de ouro”, disparou.

Jackeline defende que a Serra tem uma espécie de matriz petista, pela história de formação social da cidade, de acordo com ela, o município precisa fazer com que o dinheiro gasto pela população e pelos servidores fiquem na Serra, trazendo retorno para a Prefeitura reinvestir em qualidade de vida para a população.

“Lula está muito focado no combate às desigualdades, no combate à fome, com a erradicação da pobreza; combater também a feminização da pobreza, que a gente tem esse vínculo também, a pobreza tem a cor, tem a cara feminina. E principalmente um município como a Serra precisa dessa ajuda e desse olhar especial”.

Por fim, a pré-candidata defendeu que uma cidade grande, populosa, com muitos desafios de ordem sociais e economicamente expressiva para a economia do país não pode ficar sem representação em Brasília.

“Não cheguei aqui ontem, a gente tem um berço aqui, é uma cidade afetiva para mim. Quando eu olho para a Serra eu olho para o futuro do nosso Estado. Pessoas trabalhadoras, dedicadas, que amam essa cidade, merecem ter isso cada vez mais estampado e fazer parte desse processo de reconstrução do país com Lula presidente, fazendo essa interlocução lá em Brasília. Minha candidatura se deu principalmente por uma decisão do Lula e do PT nacional em ter representação de mulheres. Então ser a pré-candidata do Lula aqui na Serra me dá muita alegria, me dá muito orgulho de dizer isso e eu quero levar o melhor para as pessoas e estar cada vez mais perto do povo serrano”, finalizou.

Serra Podcast

Conheça o Serra Podcast: a nova forma do Tempo Novo se comunicar com você, leitor.

Serra Podcast

Conheça o Serra Podcast: a nova forma do Tempo Novo se comunicar com você, leitor.

Torneio de vôlei adaptado na Serra vai ter atleta de até 100 anos

Neste sábado (9) , a Serra vai receber a primeira etapa da Superliga Melhor Idade Capixaba de voleibol adaptado. Ao todo serão 4 etapas...

Tradicional festa julina da Apae da Serra terá show, comidas típicas e sorteio de TV de 32”

A tradicional festa julina da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais da Serra (Apae) já tem data certa para acontecer. Será no próximo...

STF | Para renovar carteira, motorista terá que apresentar exame toxicológico negativo

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) confirmou a regra do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) que exige a comprovação de exame toxicológico negativo para...

Em 6 meses, Guarda Municipal atendeu mais de 7 mil ocorrências na Serra

Números divulgados em balanço oficial nesta terça (5), no primeiro semestre de 2022, mais de seis mil estabelecimentos de diversos bairros da Serra receberam...

Com Covid, Casagrande segue em isolamento, mas mantém agenda on-line

  Ainda se recuperando da Covid-19, o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), tem divulgado suas atividades diárias nas redes sociais. Nesta terça-feira, Casagrande divulgou...

“Quando o jornal divulga, a procura é muito maior”: Tempo Novo lança site de empregos na Serra

O Tempo Novo lança oficialmente, nesta quarta-feira (6), a coluna ‘Serra Empregos’ – um canal de divulgação de oportunidades de trabalho, estágio e cursos...

Com mais de 5 mil itens, Dadalto Casa inova em promoções diárias para consumidor da Serra

Inovar e investir em promoções que sejam atrativas diariamente para o consumidor serrano e de regiões vizinhas. Está é a nova cara da Dadalto...

Irmãos surfistas da Serra promovem noite da pizza para participar de torneio nacional

Com o objetivo de ajudar os irmãos Noah e Luca Sathler, de 11 e 8 anos,  a arrecadarem dinheiro para a disputa do campeonato...

Produtos da cesta básica ficaram 13% mais caros na Serra, diz Departamento Nacional

O custo dos produtos da cesta básica de alimentos tem aumentado assustadoramente e deixando a população assalariada de cabelo em pé. De acordo com o...
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!