Mais dinheiro para obras, educação e servidores em 2019 | Portal Tempo Novo

Serra, 12 de novembro de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Política

Serra, 26 de outubro de 2018 às 9:16

Mais dinheiro para obras, educação e servidores em 2019

Por Yuri Scardini
[email protected]

Rotatória do ‘ó’ orçada em R$ 60 milhões deve ganhar um mergulhão, túnel, ciclovia, além de uma praça de eventos

Com um orçamento previsto de R$ 1.7 bilhão para 2019, cerca de 20% a mais do que em 2018, a Prefeitura da Serra deve investir mais dinheiro em setores chaves, como Educação e Obras. Porém, ao mesmo tempo prevê dificuldades em repasses de recursos federais, o que pode impactar setores como Saúde e Emprego, uma vez que são dependentes de convênios com a União.

A secretária de planejamento estratégico, Lauriete Caneva, detalhou as principais áreas que devem receber mais recursos em 2019, e também setores que podem perder dinheiro, se comparados ao orçamento de 2018.

Com um aumento de 246% no orçamento para a secretária de Obras, a prefeitura espera promover diversos investimentos. “Obras deve receber R$ 300 milhões em 2019, dinheiro que vem principalmente das operações de crédito. Tem a rotatória do Ó, que vai receber um mergulhão e toda a parte urbanística, no valor de R$ 60 milhões. Drenagem e pavimentação em diversos bairros, e muitas outras obras. Esses R$ 300 milhões são de obras novas, se for considerar obras já iniciadas mais os encargos gerais do município, dá mais de R$ 400 milhões em investimentos”, explica.

Outra secretaria que vai receber mais recursos é a de Administração (Sead). Em 2018 foi previsto R$ 15 milhões, já no ano a expectativa de gasto é para R$ 41 milhões, aumento de 170%. Lauriete justifica esse crescimento por conta do reajuste no salário de servidores que está planejado para ocorrer entre abril e maio de 2019. “São 17 secretarias que estão subordinadas a Sead, então a folha de pagamento está aqui dentro. Terá um aumento de pessoal e também de salário”.

A Educação também teve um expressivo crescimento: 22%, que significa quase R$ 80 milhões a mais. “São obras para algumas escolas e o novo prédio administrativo da Educação, o restante do aumento é folha salarial. São mais de 4 mil funcionários”.

Entre as secretárias que devem perder recursos, chama a atenção a Seter (Trabalho Emprego e Renda) com redução de 46% e Sedec (Desenvolvimento Econômico) com redução de 24%, ainda mais se for considerado o contexto brasileiro de crise econômica e desemprego.

Lauriete explica que o motivo da queda são convênios que não devem se realizar. “Encaminhamos projetos e tinha promessas de fechar, mas não se concretizaram. São parcerias com o Governo Federal,  tanto na Seter, que era para qualificação de mão de obra, estávamos prevendo R$ 6 milhões, abrimos o edital, propomos o projeto, mas eles deram uma negativa. E também no desenvolvimento econômico”, explica Lauriete.

Outra secretaria que teve previsão de queda na receita é a Saúde, com 7%. E novamente os motivos, segundo Lauriete, foram os convênios federais. “Se for olhar em recurso próprio, o que pretendemos executar para 2019 está maior. Mas alguns convênios com o governo federal para a Saúde não se concretizaram. Porque o convênio estadual perdemos desde o primeiro ano”.

Despesa por órgão 2018 2019 Variação
Câmara da Serra R$ 32.300.000,00 R$ 34.190.000,00 + 5,57%
Instituto de Prev. Servidores da Serra R$ 144.294.000,00 R$ 156.916.164,00 + 8,75%
Coordenadoria de Governo R$ 7.750.000,00 R$ 5.623.000,00 – 27,48%
Procuradoria Geral R$ 8.560.000,00 R$ 9.092.000,00 + 6,19%
Controladoria Geral R$ 1.665.000,00 R$ 3.041.000,00 + 83,13%
Encargos Gerais R$ 47.995.000,00 R$ 78.353.249,00 + 63,26%
Sec. Adm. e Recursos Humanos R$ 15.460.000,00 R$ 41.867.469,00 + 170,76%
Sec. Agricultura R$ 965.000,00 R$ 833.750,00 – 13,68%
Sec. de Comunicação R$ 4.520.000,00 R$ 4.662.000,00 + 3,10%
Desenvolvimento Econômico R$ 3.525.000,00 R$ 2.664.000,00 – 24,43%
Sec. de Defesa Social R$ 26.390.000,00 R$ 28.115.000,00 + 6,52%
Sec. de Direitos Humanos R$ R$ 9.855.000,00 R$ 9.845.293,00 – 0,10%
Sec. De Educação R$ 348.843.000,00 R$ 427.554.179,00 + 22,56%
Desenvolvimento Urbano R$ 22.410.000,00 R$ 23.840.731,00 + 6,38%
Sec. de Finanças R$ 37.547.000,00 R$ 37.858.954,00 + 0,83%
Sec. de Habitação R$ 5.070.000,00 R$ R$ 5.614.986,00 + 10,65%
Sec. de Assistência Social R$ 56.115.000,00 R$ 61.548.000,00  
Sec. de Meio Ambiente R$ 16.480.000,00 R$ 16.978.000,00 + 2,97%
Sec. de Obras R$ 86.540.000,00 R$ 300.861.932,00 + 247,65%
Sec. de Planejamento Estratégico R$ 5.705.000,00 R$ 9.462.792,00 + 65,96%
Sec. da Mulher R$ 4.760.000,00 R$ 3.378.295,00 – 29,20%
Sec. de Saúde R$ 261.573.000,00 R$ 242.435.768,00 – 7,32%
Sec. de Serviços R$ 152.115.000,00 R$ 180.471.000,00 + 18,64%
Sec. de Trabalho, Emprego e Renda R$ 8.550.000,00 R$ 4.566.610,00 – 46,67%
Sec. de Tur. Cultura,

Esporte e Lazer

R$ 9.525.000,00 R$ 12.619.609,00 + 32,46%
Total R$ 1.319.514.000,00 R$ 1.703.393.778,00 + 29,11%

 

 

 

 




O que você acha ?

Você acredita no sucesso do governo Bolsonaro?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por