23.2 C
Serra
quinta-feira, 02 de abril de 2020

Jovens entram na corrida pela Câmara da Serra em 2020

Jovens lideranças da Serra prometem trazer novidades para a política do município

Leia também

Morre paciente com suspeita de coronavírus no ES

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) informou na noite desta quarta-feira (1°) que está investigando a morte de...

Governo do ES confirma 22 casos de coronavírus na Serra

A Serra tem oito novos casos confirmados de coronavírus. A informação foi divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde...

Guarita de salva-vidas é incendiada em praia da Serra

Uma guarita suspensa para salva vidas ao lado da lagoa de Carapebus foi destruída por incêndio. A guarita ficava...
Maria Nascimento
Maria Nascimento é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

Motivados e com disposição para novos desafios. Lideranças jovens da Serra estão atentas à movimentação das raposas politicas, e prometem dar trabalho nas eleições de outubro de 2020, durante a corrida pelas 23 vagas na Câmara da Serra.

É o caso de Jiberlândio Sahad, 27. Para ele, os jovens possuem mais disposição para encarar grandes desafios, um ritmo mais acelerado para tocar diferentes tipos de processos e grande força de vontade para ver coisas novas dando certo, além de uma visão diferenciada sobre os problemas da cidade.

“Eu acredito que eleger um político jovem é a escolha natural para o eleitor que deseja ver uma renovação acontecer de verdade no legislativo municipal. De todo modo, a população sabe muito bem que os políticos de carreira estão acomodados, completamente acostumados a fazer mais do mesmo, trabalhando anestesiados, no modo automático, por conta dos longos anos fazendo as mesmas interfaces com os demais poderes públicos. A força transformadora do jovem existe, isso é um fato, e ela aliada à criatividade gera novas soluções para problemas antigos, então nós jovens naturalmente entregamos mais resultados”, avaliou ele, que é filiado ao PSB.

O jovem Anderson Muniz, que é lider comunitário de Praia de Carapebus, afirma que a juventude atual está com todo o desejo de contribuir com a sociedade. “Mas ser jovem na minha opinião não deve ser o único ingrediente. Afinal, vejo exemplos de muitos jovens eleitos sob o discurso de renovação, mas com práticas políticas das “velhas raposas”. A Serra elegeu jovens assim com esse discurso e o que hoje vemos acentuado é o velho comportamento. É preciso antes de tudo ter um olhar para a necessidade da população e trabalhar para resolver os problemas. Até mesmo antes de ter um mandato eletivo. Jovem tem que usar a juventude a seu favor, trabalhar e mostrar resultados. Discurso por discurso de renovação, a população está de saco cheio e cansada”.

Thiago Carreiro tem 31 anos e acaba de concluir os estudos no RenovaBR, que visa capacitar novas lideranças para a política. Segundo ele, é preciso ouvir a voz do cidadão que quer mais eficiência nos gastos e respeito com o dinheiro público.

“A Câmara da Serra é a mais cara do Estado com 35 milhões/ano. Temos que rever isso e economizar recursos, para no mínimo construir uma nova escola por ano. Acredito em Política pública baseada em evidência e prioridade. A Serra tem sérios problemas; mais de cem mil moradores abaixo da linha da pobreza, esgoto correndo a céu aberto em vários cantos da cidade e violência. Ainda sofremos com centenas de leis inúteis que travam o desenvolvimento da cidade, além do não funcionamento de leis fundamentais para o progresso ordenado da cidade. E é justamente nesse ponto que mais quero contribuir, Fiscalizar é a maior missão de um vereador e esse é um ponto fraco da Câmara da Serra nas últimas décadas. Quero fazer parte da nova geração de políticos que vai transformar a Serra numa cidade com mais oportunidade e dignidade para o nosso povo”, avisou.

Dudu Lima da Juventude é presidente do Solidariedade Jovem e tem 27 anos. Ele avalia a atual Câmara da Serra como vergonhosa. “Alguns vereadores não têm projetos relevantes para a população serrana. Acredito que haverá renovação superior a 50%. Para o meu mandato, minhas bandeiras são políticas públicas para a juventude e inclusão social de pessoas com necessidades especiais; além de atenção ao idoso”, adiantou.

“Ouvir mais a população para ser mais eficiente e efetivo a serviço da população”. Esse é o lema da professora de educação física e fisiologista, Liviane Pimenta, do Cidadania. “Sou pré-candidata. Não sou política, mas cansei de enviar ofícios, fazer reuniões e ser passada pra trás com mil promessas e até certezas. Aprendi muito e percebi que a maioria dos políticos não está ali no dia a dia da população pra ver as necessidades básicas. Sobre a Câmara da Serra, prefiro não comentar porque tem que analisar individualmente já que existem uns lutando para que a Serra cresça e outros apenas com intenções egoístas e individuais”, avaliou.

Dudu Vidigal tem no DNA a experiencia do pai, o deputado federal Sérgio Vidigal. Ele defende a eficiência no setor público em relação ao funcionamento da Câmara de Vereadores. “Estimular o empreendedorismo individual, e dar ênfase à cultura e ao turismo. O município já está estruturado. Apesar de não ter experiencia como mandatário, tenho o vigor e a experiência que adquiri ocupando cargo público”, lembrou.

Liderança do PT, Ivo Lopes é uma das apostas da legenda para as eleições. “É Preciso pensar na renovação como atitude, entendendo que uma nova política se faz com a participação de todos os segmentos da sociedade, respeitando as minorias e promovendo a equidade entre todos.

Temos que construir uma nova cultura política, onde as Juventudes, a comunidade LGBTI, os negros e a periferia possam participar de fato da política do município.
A verdadeira renovação se dá com a participação popular na luta de uma sociedade efetivamente democrática e socialista”, comentou.

Outro nome do PT, Milena Ferreira também quer levar suas ideias ao Legislativo Serrano. “Tenho 22 anos e vou disputar as eleições este ano. Sou estudante de História. Nós jovens vamos trazer a renovação para a política da Serra. Trazer pessoas jovens para tentar mudar a política da Serra. O jovem hoje não tem quem o represente na Câmara de Vereadores. Os jovens precisam de politicas públicas para a qualificação e encaminhamento ao emprego. Nós jovens precisamos cada vez mais adentrar na política, principalmente nós, que somos mulheres. Precisamos defender nossas pautas: igualdade, um estado onde não tenha feminicídios, políticas voltadas para os jovens; qualificação profissional. Temos que cada vez mais ocupar espaços no poder. Correr atrás das nossas pautas”, disse a jovem.

No dia quatro de outubro, eleitores de todo o Brasil vão escolher novos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. Estes vão assumir os cargos em 2021 e seguem nos mandatos por quatro anos.

Comentários

Mais notícias

Governo do ES confirma 22 casos de coronavírus na Serra

A Serra tem oito novos casos confirmados de coronavírus. A informação foi divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) na noite desta quinta-feira...

Guarita de salva-vidas é incendiada em praia da Serra

Uma guarita suspensa para salva vidas ao lado da lagoa de Carapebus foi destruída por incêndio. A guarita ficava na areia da praia de...

Em 24 horas, Espírito Santo confirma 25 novos casos de coronavírus

Em apenas 24 horas, o Espírito Santo registrou 25 novos casos de coronavírus. A informação foi divulgada pelo governador Renato Casagrande (PSB), durante um...

Ufes desenvolve escudo facial para pessoal da saúde combater coronavírus

Fruto de pesquisa desenvolvida no Centro Tecnológico e do Centro de Ciências Exatas da Ufes, o Espírito Santo deve ganhar em breve reforço na...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem