20.7 C
Serra
quarta-feira, 22 setembro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

Fiscalização Ambiental resgatou mais de 200 animais silvestres em seis meses na Serra

Leia também

Vendaval destrói poste e deixa bairro da Serra sem energia elétrica

O vendaval da noite desta terça-feira (21) está deixando estragos em alguns bairros da Serra. Em Vila Nova de Colares,...

Calorão na Serra dá lugar a chuva e ventos de até 40 km/h nessa quarta-feira

No dia em que marca a passagem para a Primavera no Hemisfério Sul, o avanço de um sistema frontal...

Assembleia Legislativa aprova regras para gratuidade em ônibus

  Deputados estaduais aprovaram nesta quarta-feira (21) o Projeto de Lei Complementar 24/2021, que faz ajustes à Lei Complementar 971/2021....
Redação Jornal Tempo Novo com informações de assessoriahttps://www.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

Em maio deste ano, a fiscalização resgatou mais de 40 cobras em Balneário Carapebus. Foto: Edson Reis

Mais de 200 animais silvestres foram resgatados pela Fiscalização Ambiental da Serra em seis meses. Segundo a Prefeitura da Serra, de janeiro e junho deste ano, foram 216 resgates e os bairros que mais demandaram o município neste período foram Jacaraípe, Barcelona e Laranjeiras.

O resgate dos animais acontece por dois meios: os próprios moradores podem pedir ajuda da Prefeitura quando se deparam com animais silvestres em vias públicas ou particulares. Também é possível denunciar a criação ilegal ou situações de maus-tratos.

O último resgate aconteceu na tarde da terça-feira (27), no bairro Boa Vista e foi um gavião que foi encontrado no pátio de uma empresa privada.

Como o animal estava com muitos ferimentos, os auditores fiscais de atividades urbanas de meio ambiente avaliaram que ele deveria ser encaminhado para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), em Barcelona, onde será tratado pela equipe veterinária. O local pertence ao Ibama.

De acordo com o coordenador da fiscalização ambiental, Sidney Costa, os animais com maior demanda continuam sendo cobras e gambás (Saruê). “Mas os destaques curiosos dos resgates foram as lontras, veados e capivara (essa encontrava-se muito ferida e veio a óbito)”.

Animais resgatados muito feridos são encaminhados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), em Barcelona, onde recebem tratamento profissional. O local pertence ao Ibama.

Denúncias

Os moradores que encontrarem animais silvestres devem acionar a equipe de resgate pelo telefone (27) 99951-2321. De terça-feira a domingo é possível fazer contato das 8 às 0h. Já na segunda-feira, das 8 às 17 horas.

Redação Jornal Tempo Novo com informações de assessoriahttps://www.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!