23.6 C
Serra
terça-feira, 02 de junho de 2020

Estado amontoa carros em Laranjeiras que sofrem com vandalismo e desmonte

Leia também

Nove de cada dez leitos para covid já estão ocupados na Grande Vitória

A Região Metropolitana, da qual a Serra, faz parte, esta com ocupação de leitos de UTI, segundo dados do...

Casagrande anuncia novos leitos e não descarta medidas mais duras de distanciamento social

Na noite desta segunda-feira (1) o governador do Estado, Renato Casagrande (PSB), anunciou que nas últimas horas o Governo abriu...

Obra emergencial para mar não derrubar poste gera polêmica em Manguinhos

Na última semana a Prefeitura da Serra teve que fazer uma contenção emergencial para que um poste não fosse...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Os veículos estão sendo colocados em um terreno aberto que fica entre o Terminal de Laranjeiras e o supermercado Epa. Foto Gabriel Almeida

Gabriel Almeida

O problema é antigo, só que mudou de lugar. Os veículos que antes ficavam em frente a 3ª Delegacia Regional da Polícia Civil em Laranjeiras agora estão sendo colocados em um terreno aberto que fica entre o Terminal de Laranjeiras e o supermercado Epa, numa das áreas mais valorizadas do bairro. A situação vem causando dor de cabeça para os moradores da comunidade e quem costuma frequentar a região.

Os veículos que agora estão neste terreno em frente a Avenida Eudes Scherrer (Av. Civit), antes ficavam na calçada da própria delegacia, o que gerava bastante transtorno para os pedestres que tentavam utilizar o passeio, pois tinham que passar pela pista devido a quantidade de veículos que ocupavam a calçada.

Para tentar solucionar o problema, a polícia removeu os carros da calçada e levou para o terreno. O problema é que o espaço é aberto e utilizado por moradores que cortam caminho pelo terreno. A quantidade de veículos abandonados com várias peças espalhadas pelo chão e até cacos de vidro colocam em risco a segurança da população. “Esse ambiente traz insegurança para a população, tanto pelas peças soltas, e também por bandidos que ficam no meio dos carros furtando e detonando os veículos. Eles quebram vidros, roubam pneus, som, maçanetas, roubam tudo, depredam os carros que ficam ali. Já vi a polícia fazendo apreensão de um homem que estava roubando rodas de um carro”, disse Talian Monteiro.

Os carros estão sendo colocados em um dos terrenos mais valorizados da região. Foto: Gabriel Almeida

Um homem que trabalha próximo ao terreno, que preferiu não se identificar, também reclama da situação. “Isso é um absurdo. A polícia tem a obrigação de achar um espaço para colocar esses veículos. O terreno já não é bonito e esses veículos deixam o espaço ainda pior. Algo tem que ser feito”, reclama.

A reportagem entrou em contato com a Polícia Civil que garante que já está adotando as providências necessárias para que os carros sejam retirados do local. Explicou ainda que com a reorganização da Coordenação de Pátios da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos, os carros já estão sendo removidos para lá, gradativamente, de acordo com as vagas disponibilizadas. Mas não deu um prazo exato para a remoção de todos os carros.

Comentários

Mais notícias

Casagrande anuncia novos leitos e não descarta medidas mais duras de distanciamento social

Na noite desta segunda-feira (1) o governador do Estado, Renato Casagrande (PSB), anunciou que nas últimas horas o Governo abriu leitos de UTI e enfermaria...

Obra emergencial para mar não derrubar poste gera polêmica em Manguinhos

Na última semana a Prefeitura da Serra teve que fazer uma contenção emergencial para que um poste não fosse derrubado pelo mar, que está...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!