24 C
Serra
sexta-feira, 10 de julho de 2020

Em entrevista, Audifax fala sobre medidas de combate ao coronavírus na Serra

Leia também

Estado soma 467 casos de Covid-10 em instituições de idosos

Dados do último levantamento feito pelo Centro de Apoio Cível e Defesa da Cidadania (CACC) do Ministério Público do...

Articulação de Amaro traz R$ 1.5 milhão extra para enfrentar coronavírus na Serra

O combate à pandemia do novo coronavírus nos municípios capixabas vai receber reforço com o envio de recursos extras...

CPI resgata cavalo a beira da morte em Cariacica

O resgate aconteceu na quarta-feira (8). Foto: Divulgação Na noite da última quarta-feira, dia 8, a CPI dos Maus-Tratos Contra...
Yuri Scardinihttps://www.portaltemponovo.com.br
Morador da Serra, Yuri Scardini é o editor de política do Tempo Novo. Além de sua área, o jornalista, escreve para outras editorias do portal.

Audifax detalha as ações da PMS contra o coronavírus. Foto: divulgação.

A Serra tem tomado uma série de medidas em combate ao coronavírus (Covid-19), que vão desde a distribuição de máscaras e kits de limpeza à prorrogação de IPTU. O prefeito da cidade, Audifax Barcelos, afirmou que ações estão sendo desenvolvidas diariamente para cuidar da população, e frisou que a gestão também tem trabalhado para reduzir os impactos da crise econômica e social na cidade no período pós-pandemia.

A Serra, hoje, é o primeiro município em números totais de contaminados e óbitos devido ao coronavírus. Entretanto, a Prefeitura alerta que quando se trata de números proporcionais, o município sai do topo da lista, ficando  em terceiro lugar na Grande Vitória. De acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a incidência de pessoas com o vírus a cada 100 mil habitantes é de 609,8 em Vitória; 444,1, em Vila Velha; 438,1, na Serra; e 422,3, em Cariacica.

O que a Serra tem feito para combater o coronavírus?

Máscaras e kits de higiene estão sendo distribuídos para a população nas residências e nas unidades de saúde, além dos terminais de ônibus. São 300 mil máscaras laváveis e com duração de 60 dias e 750 mil kits de higiene contendo sabão de coco, sabonete e água sanitária. A Prefeitura também deu início ao projeto Blitz do Bem, em que equipes da saúde junto com a Guarda Municipal circulam os bairros medindo a temperatura das pessoas e orientando sobre as medidas de higiene e distanciamento social.

A Serra tem registrado longas filas nas agências da Caixa, há ações para mitigar a possibilidade de contaminação?

Máscaras estão sendo distribuídas para pessoas que aguardam nas filas dos bancos e demarcações estão sendo feitas nas calçadas das agências para delimitar o distanciamento social. A limpeza da cidade também ganhou um reforço, com a pulverização de concentrado de cloro, principalmente, no entorno das unidades de saúde, Unidades de Pronto Atendimento (Upas) e em pontos de ônibus.

Quais ações estão sendo tomadas para diminuir o fluxo de pessoas nas ruas?

Nos balneários a equipe de guarda-vidas está conscientizando banhistas e surfistas a respeito da importância de permanecer em casa. A fiscalização também está atuando para orientar sobre a abertura e fechamento dos comércios, o que ajuda a reduzir a circulação de pessoas. Além disso, são distribuídos continuamente panfletos informativos para orientar a população quanto às medidas de higiene e distanciamento social. Ações de comunicação nas redes sociais e site também são postadas regularmente para atualizar a população sobre as medidas e orientações da prefeitura. E a Ouvidoria está recebendo denúncias. Os moradores também devem ouvir mensagens de orientação em carros de som circulando pelo seu bairro. Essa é mais uma entre as medidas tomadas para chamar a atenção da população sobre a importância de ficar em casa.

Qual o recado para aquelas pessoas que tem podem ficar em casa, mas insistem em furar o isolamento?

A prefeitura está fazendo de tudo para preservar vidas, mas, o momento pede união e trabalho em conjunto. Por isso, quem puder, fique em casa. Não podemos enxergar as mortes apenas como números. São vidas com legados, histórias e famílias que estão sendo enterradas. Devemos unir forças para derrotar, o mais rápido possível, esse vírus. Tenho fé que tudo isso vai passar.

O que a prefeitura tem feito pelas famílias mais carentes?

Estamos fornecendo cestas básicas e outros auxílios às famílias carentes. Já foram mais de 13 mil cestas, ou 195 toneladas de alimentos entregues ou agendados. A Secretaria de Educação também forneceu kits de merenda para alunos, já que as aulas estão suspensas.

As unidades de saúde da Serra estão preparadas para receber a população com sintomas da Covid-19?

Até agora, nós estamos com a situação sob controle. A UPA de Castelândia está fazendo atendimento exclusivo aos pacientes da Covid-19. Estamos com os quadros de profissionais completos neste momento e aumentamos o número de leitos nas UPAs.

Devido à crise do coronavírus, o impacto econômico no bolso da população e nas contas da prefeitura é inevitável. O que está sendo feito a respeito?

Estou trabalhando juntamente com a minha equipe para suprir as demandas imediatas, bem como para minimizar os impactos econômicos. Estamos em conversa com o governador do Estado e ministros pedindo recursos para a cidade da Serra. Ações imediatas também estão sendo tomadas, como a prorrogação do pagamento, do prazo para revisão e do pedido de isenção do IPTU; concedemos isenção automática do IPTU para aposentados e pensionistas que foram isentos no ano passado. A prefeitura estendeu por seis meses a licença sanitária dos estabelecimentos, além de isentar 300 atividades das taxas e alvarás de funcionamento (abertura e renovação) com foco na micro e pequena empresa. Também suspendemos a contagem dos prazos das licenças ambientais vigentes no município e dos prazos de recursos para o processo de licenciamento ambiental para os empreendedores.

O que o senhor espera das próximas semanas?

Nós estamos observando atentamente, em uma força-tarefa, o avanço da Covid-19 no Espírito Santo. O número de casos está aumentando nas principais cidades, mas, o estado e a Serra ainda estão em uma situação de equilíbrio e nós estamos trabalhando muito para que continue assim. Sabemos que isso tudo isso vai passar. Acredito que vamos sair dessa pandemia muito mais fortalecidos e melhores como pessoas e cidadãos.

A prefeitura vai conseguir entregar as obras prometidas, como a do Hospital Materno Infantil?

Continuamos tocando as obras e projetos da cidade com seriedade e responsabilidade. A Serra é a cidade campeã em obras e em transparência no Brasil. A obra do hospital materno é muito importante para a Serra e para o Espírito Santo e logo será inaugurado. Por isso, estamos intensificando os trabalhos. A obra já está na reta final e vamos inaugurar o hospital nos próximos dias. Mas, não é só o Materno. O ritmo das demais obras, o cronograma das ações e as ordens de serviços já indicam que muito ainda será feito e entregue neste ano. A Serra vai ter, no final de 2020, um legado com centenas de obras, projetos e ações executadas durante a gestão. São obras estruturantes, ampliação da oferta de serviços de assistência social, obras para melhorar a mobilidade urbana, mais vagas em creches, novos espaços de cultura, lazer e atividades físicas, urbanização de orlas e muito mais.


Além das medidas listadas por Audifax, a Secretaria de Comunicação encaminhou outras medidas contra aglomerações:
– Foram adiadas as provas do concurso público.
– Por meio do telefone e email é possível ter acessos aos principais serviços do Ciampe, Ouvidoria, Procon, Sine Serra, secretaria da Fazenda entre outras pastas. Todos os contatos estão disponíveis no site da prefeitura (www.serra.es.gov.br).
– Nos seis cemitérios municipais, foi reduzido para dez o número de pessoas que podem acessar as salas de velórios (capelas).
– Parques, como o Parque da Cidade e o Jardim Botânico, permanecem fechados para evitar a grande circulação de visitantes.
Comentários

Mais notícias

Articulação de Amaro traz R$ 1.5 milhão extra para enfrentar coronavírus na Serra

O combate à pandemia do novo coronavírus nos municípios capixabas vai receber reforço com o envio de recursos extras de R$ 9 milhões para...

CPI resgata cavalo a beira da morte em Cariacica

O resgate aconteceu na quarta-feira (8). Foto: Divulgação Na noite da última quarta-feira, dia 8, a CPI dos Maus-Tratos Contra os Animais da Assembleia Legislativa,...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!