28.6 C
Serra
domingo, 24 de Maio de 2020

CORONAVÍRUS NA SERRA

cidade registra 1.777 infectados, 107 mortos e 554 curados

EDP tem um esquema de multas e de enriquecimento ilícito, denuncia deputado

Publicado em:
Atualizado em:

Leia também

Academias de ginástica do Estado voltam a funcionar nesta segunda-feira (25)

O Governo do Estado liberou as academias de ginástica para voltar a funcionar a partir desta segunda-feira (25), em...

Idosos de asilos da Serra testam positivo para Covid-19

Três residentes de Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPIs) da Serra testaram positivo para o novo coronavírus. O município...

Mais 12 moradores da Serra morrem por coronavírus e cidade já registra 107 óbitos

Em apenas 24 horas, a Serra registrou 12 novas mortes causadas pela Covid-19. A informação foi divulgada pela Secretaria...
Maria Nascimento
Maria Nascimento é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

Vandinho diz que EDP comete abusos na conta de luz dos capixabas. Foto: Divulgação.

A EPD – concessionária de energia elétrica, está multando capixabas “injustamente” a fim de promover “enriquecimento ilícito”. Quem denuncia é o deputado estadual Vandinho Leite (PSDB). Ele cobra fiscalização sobre os “abusos” da empresa, que aplica multas que chegam a R$ 17 mil em consumidores de renda baixa ou mediana.

“Cada vez mais que me aprofundo sobre a conta de luz e a EDP, mais me assusto com o desrespeito que os capixabas são tratados. A EDP sai aplicando multa para quem ela quer, sem ter provas e nem nada, e o morador tem que se virar, ou fica sem energia, porque a empresa manda cortar. Isso é enriquecimento ilícito as custas da população, é inaceitável”, denunciou o deputado.

Ele conta que tem dado orientação para consumidores agirem em casos dos quais são multados em motivo aparente. “Estamos dando orientação para os consumidores ingressarem na Justiça, e estamos ganhando todas as ações, porque está claro o abuso que a empresa comete. A EDP diz que as pessoas praticam consumo irregular (o chamado ‘gato’), mas não apresenta provas”, diz Vandinho.

O deputado encaminhou para a reportagem, processos judiciais dos quais consumidores conseguiram suspender as multas aplicadas pela empresa – que variam de R$ 4 mil à R$17 mil. A Justiça deu ganho de causa em 1º instancia em todos os casos, argumentado que a empresa cometeu irregularidades no processo de apuração das supostas fraudes.

“A EDP fez apurações unilateralmente, sem dar direito de apresentar o contraditório ao consumidor. E joga o ônus da prova para a população quando na verdade é de responsabilidade da empresa. Se multou, tem que provar. Precisamos aumentar a fiscalização, para impedir esses abusos”, defendeu Vandinho.

A EDP foi procurada e se limitou em dizer que “os processos estão em andamento e não há julgamento definitivo dos casos em questão”.

Serviço

O deputado orienta consumidores a procurarem o Procon e a Defensoria Pública localizados na Assembleia Legislativa, que são  os órgãos que tem desenvolvido ‘know hall’ para lidar com o tema. Para mais informações de como proceder, caso seja multado, basta acessar o site clicando aqui. 

Comentários

Mais notícias

Idosos de asilos da Serra testam positivo para Covid-19

Três residentes de Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPIs) da Serra testaram positivo para o novo coronavírus. O município conta com 23 instituições de longa...

Mais 12 moradores da Serra morrem por coronavírus e cidade já registra 107 óbitos

Em apenas 24 horas, a Serra registrou 12 novas mortes causadas pela Covid-19. A informação foi divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa)....

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem