21.6 C
Serra
quinta-feira, 04 de junho de 2020

Donos de sítio no Mestre Álvaro plantam frutíferas para alimentar pássaros

Leia também

Para conviver com filhos, pais separados devem se adaptar na quarentena

Este artigo não remete necessariamente a opinião do Portal Tempo Novo, mas sim do advogado Leandro Sarnáglia. Desde o início...

Serra vai acolher idosos positivos para Covid-19 em hotel durante quarentena

A Prefeitura da Serra oferece uma nova modalidade de acolhimento no município para idosos e pessoas com deficiência. O...

Em live, prefeito da Serra e do Macapá discutem gestão e pandemia nesta quarta

Os prefeitos Audifax Barcelos (Rede), da Serra, e Clecio Luiz, do Macapá, realizam live nesta quarta-feira (3) para discutir...
Bruno Lyrahttps://www.portaltemponovo.com.br
Repórter do Tempo Novo há mais de 10 anos, Bruno Lyra escreve para diversas editorias do portal, principalmente Economia e Meio Ambiente, das quais é o responsável.

Vanderson (à direita) com o filho de 11 anos ajudando no plantio de mais 10 mudas no último domingo (12). Foto: Divulgação

Responsáveis por lavoura de cacau no Mestre Álvaro estão plantando outras frutíferas em meio ao cacaueiro para ampliar a oferta de alimentos aos pássaros silvestres que habitam a região. A iniciativa está acontecendo no sítio Pedra D’água, que fica nas nascentes do córrego Doutor Róbson, na região da Serra Sede.

O sítio, que tem cerca de 15 hectares, é da família Castelo Ferreira. Um dos proprietários, Vanderson Neves, explica que a iniciativa de plantar as outras frutíferas em meio aos pés de cacau surgiu há cinco anos.

“Plantamos amora, jabuticaba, aroeira, banana, laranja e fruta do sabiá. As frutíferas estão consorciadas com cacau e tudo isso misturada a algumas outras espécies nativas da Mata Atlântica. Essa experiência acontece em parte dos 4 hectares que temos com cacaueiros. Já temos cerca de árvores 40 frutíferas. No último domingo (12) plantamos mais 10 mudas dessas frutíferas. Além de mim, meu filho ajudou nesse plantio e também o Mauro da Josephine Chocolates, que produz chocolate artesanal na Serra Sede a partir do cacau que cultivamos”, relata Vanderson.

Das espécies de pássaros que passaram a visitar com mais freqüência a propriedade, que fica numa região mais alta do Mestre Álvaro, estão sabiás, canários, araçaris, tucanos, sanhaços e coleiros, além de jacupembas e japus – estes últimos inclusive possuem ninhos numa árvore de mata Atlântica de grande porte localizada dentro do sítio.

Vanderson diz ainda que pesquisadores da Ufes tem ido à propriedade para pesquisar os pássaros e também outros animais silvestres que habitam o Mestre Álvaro, que é uma Área de Proteção Ambiental (APA).

Comentários

Mais notícias

Serra vai acolher idosos positivos para Covid-19 em hotel durante quarentena

A Prefeitura da Serra oferece uma nova modalidade de acolhimento no município para idosos e pessoas com deficiência. O Hotel Praia Sol, localizado em...

Em live, prefeito da Serra e do Macapá discutem gestão e pandemia nesta quarta

Os prefeitos Audifax Barcelos (Rede), da Serra, e Clecio Luiz, do Macapá, realizam live nesta quarta-feira (3) para discutir temas referentes à pandemia do...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!