23.7 C
Serra
sexta-feira, 10 de abril de 2020

Deputados capixabas votam a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff

Leia também

Império de Fátima vai doar cestas básicas para circos e máscaras para unidades de saúde da Serra

A escola de samba Império de Fátima se mobilizou para ajudar famílias carentes e artistas circenses da Serra. A agremiação...

Três secretários de Audifax devem disputar as eleições municipais em outubro

  A Prefeitura da Serra confirmou a desincompatibilização dos secretários Igor Elson B. de Almeida e Elcimara Rangel dos cargos de...

Número de casos confirmados da Covid-19 sobe para 300 no Espírito Santo

O número de casos confirmados do novo coronavírus no Espírito Santo aumentou. De acordo com a última atualização divulgada...
Maria Nascimento
Maria Nascimento é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

Manifestantes capixabas seguiram até Brasília a fim de acompanhar a votação. Foto: Reprodução Facebook
Manifestantes capixabas seguiram até Brasília a fim de acompanhar a votação. Foto: Reprodução Facebook

Por oito votos, a bancada capixaba, composta por dez deputados federais, confirmou o voto favorável à admissibilidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Apenas os dois deputados petistas, Helder Salomão e Givaldo Vieira, defenderam a permanência da presidente, sob o argumento de golpe contra a democracia.  O processo agora segue para a análise do Senado Federal.

Em votação que durou mais de seis horas, deputados federais encaminharam para os senadores a decisão sobre o impeachment da presidente. Eram necessários 342 votos para confirmar o andamento do processo. Ao final, foram computados 367 votos favoráveis ao impedimento da presidente; 137 contrários; duas ausências e sete abstenções.

Entre os capixabas, destaques para os serranos Sérgio Vidigal (PDT), Carlos Manato (SD) e Givaldo Vieira (PT). Os dois primeiros defenderam a saída da presidente, enquanto o petista defendeu a permanência da presidente.

“O Estado do Espirito Santo, que me deu a oportunidade de ser o mais votado, com mais de 161 mil votos, e à Serra, quero aqui dizer ao meu partido, ao PDT, que fechou questão contra o impeachment, que estou aqui no papel de julgador, e cabe ao julgador ser imparcial, pela liberdade inviolável da consciência, pela democracia e contra a corrupção, em nome da população capixaba, pedir desculpa ao PDT, mas vou ficar com o Estado do Espírito Santo e voto sim”, disse Vidigal.

Carlos Manato  foi o primeiro capixaba a votar e mencionou a sua cidade natal, Alegre. Ele também defendeu a saída da petista. “Em homenagem aos 3.5 milhões de capixabas em 78 municípios, aos mais de 50 mil no movimento ‘Vem pra Rua’ na Praça do Papa e para que nossa presidente Dilma tenha férias eternas, eu digo ‘sim’”, enumerou.

Givaldo Vieira relembrou à resistência ao golpe de 1964. “Em homenagem a estes lutadores da democracia, eu me recuso a entregar o meu país nas mãos dos golpistas, nas mãos dos traidores, nas mãos dos corruptos que armaram esta farsa e aqui comandam ela. Em homenagem aos milhões de lutadores que hoje lutam e não se cansarão de lutar pela democracia, por amor à pátria, meu voto é não”, justificou.

Manifestantes capixabas em Brasília defendem a saída da presidente Dilma. Foto: Reprodução Facebook
Manifestantes capixabas em Brasília defendem a saída da presidente Dilma. Foto: Reprodução Facebook

Tramitação

O processo chega ao Senado nesta segunda-feira (18). Na Casa, são previstas três votações em plenário até a conclusão do processo. Para que a presidente perca o cargo, o impeachment tem que ser aprovado por dois terços dos senadores – 54 dos 81.

Confira o voto da bancada capixaba:

Deputado           Posicionamento sobre o impeachment

Carlos Manato (SD)       Favorável

Jorge Silva (PHS)           Favorável

Evair de Melo (PV)       Favorável

Givaldo Vieira (PT)       Contrário

Helder Salomão (PT)   Contrário

Lelo Coimbra (PMDB) Favorável

Marcus Vicente (PP)    Favorável

Max Filho (PSDB)          Favorável

Paulo Foletto (PSB)      Favorável

Sérgio Vidigal (PDT)    Favorável

Comentários

Mais notícias

Três secretários de Audifax devem disputar as eleições municipais em outubro

  A Prefeitura da Serra confirmou a desincompatibilização dos secretários Igor Elson B. de Almeida e Elcimara Rangel dos cargos de secretário de Serviços e de...

Número de casos confirmados da Covid-19 sobe para 300 no Espírito Santo

O número de casos confirmados do novo coronavírus no Espírito Santo aumentou. De acordo com a última atualização divulgada pela Secretaria de Estado da...

Serra tem 11 novos casos de coronavírus e registra 64 pacientes contaminados

Em 24 horas, a Serra teve um aumento significativo no número de casos confirmados do novo coronavírus. De acordo com a última atualização divulgada pela...

Novos partidos alteram o tabuleiro no plenário da Câmara da Serra

Os sem-partido Os vereadores passaram um perrengue nos últimos dias do prazo para filiação partidária para quem tem mandato, 3 de abril. Após o corre-corre,...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem