• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 50.377 casos
  • 956 mortes
  • 48.328 curados
28.4 C
Serra
terça-feira, 13 abril - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 50.377 casos
  • 956 mortes
  • 48.328 curados

Confusão marca registro de chapas para eleição de Federação de Associações de Moradores da Serra

Leia também

Prefeitura da Serra volta a fechar acesso à Rotatória do Ó para obra de duplicação

Na manhã dessa terça-feira (13) motoristas que seguiam pela Avenida Paulo Pereira Gomes sentido Laranjeiras, voltaram a ter que...

Cesan deixa esgoto vazando em frente a comércios e residências em bairro da Serra

Um vazamento de esgoto está deixando moradores e comerciantes de bairro da Serra em uma situação complicada e fedorenta....

Após paralisação dos rodoviários, ônibus do Transcol ficam superlotados na Serra

Logo após causar transtornos na vida de milhares de capixabas, a paralisação promovida por rodoviários do sistema Transcol deixaram...
Mari Nascimento
Mari Nascimento é repórter do Tempo Novo há 18 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

Mara e Jean se desentenderam após registro de chapas. Foto: Divulgação

A disputa pelo controle da Federação da Associação de Moradores da Serra (Fams) ganhou mais um capítulo nesta sexta-feira (5). Desta vez, o atual presidente da entidade, Jean Cassiano, está sendo acusado de agressão contra a vice-presidente, Marilene Almeida, a Mara. Ambos registraram boletins de ocorrência na Polícia Civil. A eleição está marcada para 28 de março.

A primeira a formalizar a queixa foi Mara. Ela procurou a Delegacia da Mulher e relatou que foi agredida com chutes e socos pelo suposto agressor, Jean Cassiano. Em seguida foi encaminhada para realizar exames de corpo delito (lesões corporais).

“Desde ontem a Comissão Eleitoral deliberou a ampliação dos prazos para inscrição de chapas, recursos e outros que se referem ao pleito. Ontem, 4/2, fomos registrar nossa chapa, chegamos antes de meio-dia, que era o prazo inicial estipulado, mas a comissão eleitoral havia ampliado o prazo. Hoje Jean se dirigiu à sede da Federação onde iniciou uma discussão com meu marido e quando tentei impedir, ele me agrediu”, disse Mara.

Já Jean se dirigiu à Delegacia e registou que teria sido vitima de crime de ameaça, por parte do marido da vice-presidente, de nome Sergio. Ele relatou que Mara perdeu os prazos regimentais para registro de chapa e que por isso teria ficado nervosa. Além disso, teria se dirigido à federação, acompanhada do marido, e que este o teria ameaçado e iniciado uma série de agressões físicas, sendo que uma delas teria acertado a própria esposa.

“Mara perdeu o prazo, chegou para registrar sua chapa às 12h04. Existe um prazo regimental para juntada de documentos, no caso dela, que busca o registro. Fui à Fams e quando cheguei o marido já veio me agredir, e na confusão ele agrediu a esposa e fiz o boletim e peço que o intimem para ver se ele confirma a ameaça que me fez”, disse.

 

Mari Nascimento
Mari Nascimento é repórter do Tempo Novo há 18 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!