28.7 C
Serra
sábado, 22 janeiro - 2022
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

Cobra venenosa invade casa na Serra e quase pica criança de 9 anos; biólogo alerta que veneno é mortal

Leia também

Serra terá dois novos pontos de testagem de Covid-19 | Confira

Diante do crescente número de casos positivos de Covid-19 registrados nos últimos dias, a procura por testes aumentou e...

Avanço explosivo da Ômicron adoece 1.550 pessoas na Serra em 24h

A circulação da variante Ômicron em território capixaba tem causado um aumento explosivo de novos casos da Covid-19 na...

Serra volta para risco moderado e pode sofrer restrições devido ao avanço da Covid-19

Devido ao aumento de casos de coronavírus e mortes causadas por complicações da Covid-19, a Serra voltou a ser...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br
Gabriel Almeida é jornalista do Tempo Novo há mais de sete anos. Atualmente, escreve para diversas editorias do jornal.

Foto: Divulgação

Uma cobra da espécie jararaca causou um verdadeiro alvoroço entre moradores da comunidade de Barcelona, na Serra, durante a última sexta-feira (8). A serpente venenosa invadiu uma residência de família do bairro – que possui uma extensa área verde em seu entorno – e por pouco não picou uma criança, que possui apenas 9 anos.

A cobra foi encontrada pelos moradores na cozinha da casa; como a luz do cômodo estava apagada, o filho da moradora foi andando e quase pisou no animal, o que poderia resultar numa picada. O relato da visita inesperada foi contado pela mãe, Priscila Deilson.

“Estavam Miguel de 9 anos e Esther de 6 brincando no chão na sala; sai do meu quarto, pois estava passando mal e fui até a cozinha pegar água para tomar um remédio; em seguida o Miguel veio até cozinha para falar comigo, porém a luz estava apagada. Vi que tinha algo próximo ao pé dele e abaixei para olhar porém não vi o que era; quando acendi a luz vi que era a cobra e entrei em pânico”, disse a moradora.

Ainda de acordo com Priscila, seu filho estava muito próximo da serpente, quando o animal foi avistado. “Coisa de um palmo, ele teria pisado. Estava com o pé próximo quando vi; fiquei em pânico; se eu não tivesse acendido a luz Miguel teria pisado”, relatou.

Priscila ainda disse que Miguel não dormiu durante a noite com medo de ter mais cobras na casa. “Infelizmente essa não é a primeira achada aqui no bairro, isso já está muito sério; algumas pessoas criticaram dizendo que não poderia ter matado,mas entre a vida do meu filho, a minha e da cobra não tinha muito oque escolher”, destacou a moradora.

Veneno da jararaca pode ser fatal em crianças, alerta biólogo

O biólogo Cláudio Santiago dá dicas de como agir se a pessoa observar um desses animais na sua residência. “Nunca tente conter uma serpente. Se for a jararaca, chame imediatamente a Polícia Ambiental. Ela é mortal, dependendo do tamanho da pessoa, criança principalmente. Não adianta, nunca seremos mais rápido do que o bote desta cobra; apenas um arranhão do dente dela, a pessoa já terá problema sério, perda de tecido, entre outros problemas. Nem com a cobra morta deve-se tocar nela, porque o veneno ainda está ali presente”, destaca.

Ainda de acordo com os fiscais do Meio Ambiente, no período de chuvas é muito comum as cobras saírem de seu habitat, sobretudo em busca de alimento. Por conta disso, é necessário que os moradores fiquem em alerta e saibam como agir ao se deparar com um animal. As principais dicas são:

  • Se afaste;
  • Isole a área;
  • Faça contato imediato com a equipe de fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente pelo (27) 99951-2321.

Aparição de jararacas em Barcelona

Outra jararaca apareceu em casa de Barcelona na véspera do Natal. Foto: Divulgação

Esse não é o primeiro caso de cobras da espécie jararaca que estão aparecendo em Barcelona. Na véspera do Natal, dia 24 de dezembro, um filhote de jararaca apareceu na Avenida Região Sudeste se direcionando para entrar em uma residência. Os moradores já encontraram o animal morto, nas proximidades de uma calçada. De acordo com Vanessa Gusmão, é a segunda aparição na rua onde mora.

“O pessoal tem que ter muita atenção. Já é a segunda jararaca que aparece aqui na Avenida Região Sudeste. A primeira foi dentro da minha casa, embaixo do freezer [caso foi noticiado pelo Jornal Tempo Novo e chamou atenção dos leitores e de biólogo]. Se alguém encontrar alguma cobra ou animal silvestre por aqui, não tem que machucar, mas chamar a Polícia Ambiental”, alertou a moradora.

Outro caso recente, também em Barcelona, aconteceu no dia 22 de novembro. Uma serpente venenosa, da espécie jararaca, invadiu a residência de uma família do bairro e foi encontrada no canto da sala de estar. Apesar do seu tamanho, o animal ainda é um filhote.

Assim que viu a cobra, a proprietária da residência ligou, muito assustada, para a equipe plantonista da Secretaria de Meio Ambiente da Serra (Semma). Segundo os fiscais que trabalharam no resgate, havia três pessoas na residência, sendo uma idosa, além de dois cachorros. Ninguém foi atacado pela cobra, que media cerca de 90 centímetros.

A situação ocorreu por volta das 21 horas e, após a avaliação, a espécie foi devolvida ao seu habitat natural, nas proximidades da Área de Proteção Ambiental da Lagoa Jacuném, na região de Barcelona.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br
Gabriel Almeida é jornalista do Tempo Novo há mais de sete anos. Atualmente, escreve para diversas editorias do jornal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!