• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 57.848 casos
  • 1.210 mortes
  • 55.783 curados
25.4 C
Serra
quinta-feira, 13 maio - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 57.848 casos
  • 1.210 mortes
  • 55.783 curados
Visita inesperada...

Cobra venenosa invade casa na Serra e deixa moradores apavorados

Leia também

Efeitos da vacina? Jacaré tenta curtir uma praia, mas causa alvoroço em balneário da Serra

Procurada por quem gosta de belezas naturais e bastante tranquilidade, a Praia de Carapebus teve uma manhã agitada por...

Vereadora quer corrigir passado escravagista da Serra e indenizar descendentes de escravos

O grosso da população pode não saber, mas a Serra tem um passado escravagista. Não é atoa que em...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

A cobra invadiu a casa em Barcelona, na Serra. Foto: Divulgação

Uma cobra da espécie jararaca acabou causando alvoroço entre moradores da comunidade de Barcelona, na Serra, durante esta semana. A serpente venenosa invadiu a residência de uma família do bairro, mas acabou se prendendo em uma cola feita de armadilha para ratos. Os proprietários do imóvel só foram encontrá-la tempos depois debaixo do freezer e contaram a experiência vivida para outros populares da região, que possui uma extensa área verde.

De acordo com a moradora Vanessa Gusmão, a situação ocorreu na noite da última quarta-feira (3). “Deparamo-nos com uma jararaca dentro de nossa casa, debaixo do freezer. Colocamos o cola rato e a cobra ficou presa nele. A Polícia Militar atendeu ao chamado e veio pegar ela. Felizmente nada de pior aconteceu”, contou a moradora em publicação nas redes sociais.

Vanessa afirma que ficou preocupada com a visita inesperada. “Na impossibilidade do atendimento pela Polícia Ambiental, outros policiais nos ajudaram. Além da proximidade com a APA [Área de Proteção Ambiental] da Jacunem, no entorno de nossa casa há áreas sem capina e com acúmulo de entulhos, o que também colabora para que isso aconteça. Devemos tomar cuidado e cobrar limpeza pública”, salientou.

O que mais chamou atenção nas imagens feitas por Vanessa é que a cobra estava trocando de pele. Entre internautas, circularam suposições de que isso teria sido feito pela serpente para se salvar da cola. Para entender um pouco mais sobre a situação ocorrida, o TEMPO NOVO conversou com o biólogo Cláudio Santiago. Segundo ele, é pouco provável que a cobra tenha trocado de pele apenas para se retirar do adesivo.

“Eu acho pouco provável que ela tenha soltado a pele para tentar fugir da cola. Isso é um processo que acontece e é demorado. Eu descarto essa ideia. Acho que se trata de uma coincidência e a situação é muito triste. Ela pode ter achado que o papel seria uma boa opção para ela se arrastar e soltar a pele mais fácil e acabou ficando presa. Mas isso é uma possibilidade”, explicou.

O biólogo ainda deu dicas para moradores que presenciarem cenas parecidas e alertou para o perigo do veneno da jararaca. “Nunca tente conter uma serpente. Se for a jararaca, chame imediatamente a Polícia Ambiental. Ela é mortal, dependendo do tamanho da pessoa, criança principalmente. Não adianta, nunca seremos mais rápido do que o bote desta cobra. Apenas um arranhão do dente dela, a pessoa já terá problema sério, perda de tecido, entre outros problemas. Nem com a cobra morta deve-se tocar nela, porque o veneno ainda está ali presente”, destaca.

Que fim teve a cobra?

A reportagem apurou que a cobra foi levada para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas-Ibama). No local, tentaram salva-la, mas isso não foi possível por conta da força da cola utilizada na armadilha para ratos. Sendo assim, a serpente morreu.

Resgate de animais silvestres

Quem precisar de resgate de animais silvestres pode ligar para a Fiscalização Ambiental por meio dos telefones: 3291-7435 / 99951-2321.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!