30.6 C
Serra
terça-feira, 10 de dezembro de 2019

Cidade só pode receber areia com minério se for para reciclar

Leia também

Banda Volave vai dar o tom do ano novo no Espaço Marbella com bebida e comida liberadas

    A banda Volave, de Chácara Parreiral voltou com força total para o cenário musical neste final de ano. O projeto...

Crianças colocam fogo em decoração de Natal do Parque da Cidade

Um ato de vandalismo chamou atenção de quem passava pelo Parque da Cidade na manhã desta terça-feira (10). Trata-se...

Depressão: Cães e gatos também sofrem com a doença

O Brasil é o país mais deprimido da América Latina, são quase 12 milhões de brasileiros sofrendo com a...
Yuri Scardinihttps://www.portaltemponovo.com.br
Morador da Serra, Yuri Scardini é o editor de política do Tempo Novo. Além de sua área, o jornalista, escreve para outras editorias do portal.

Areia com minério em Camburi só poderá vir para Serra se for reciclada. Foto: Arquivo TN

Os vereadores derrubaram um veto do prefeito Audifax Barcelos (Rede) ao Projeto de Lei 130/2019, que, na prática, proibia o descarte de rejeitos contendo minério de ferro na Serra. Mas abre a possibilidade de que o material venha para o município, desde que possa receber manejo para reciclagem.

A proposta, agora, terá que ser sancionada pelo Poder Legislativo. Ela visa afastar a possibilidade de a mineradora Vale descartar, em algum aterro, as toneladas de rejeitos que ela descartou por décadas na praia de Camburi, em Vitória, e agora terá que limpar. Por outro lado, prevê que os rejeitos possam vir desde que passem por reciclagem e sejam reaproveitados, seja na indústria ou na construção civil.

Audifax seguiu o parecer da Procuradoria e vetou o PL, argumentando inconstitucionalidade. Entretanto,15 dos 18 vereadores presentes à sessão entenderam que não havia vício de iniciativa e derrubaram o veto do prefeito. O projeto é assinado por diversos vereadores.

Em junho, parlamentares de oposição derrubaram o PL 27/2019, de autoria do prefeito da Serra, Audifax Barcelos (Rede), que estabelecia diretrizes para o Município desenvolver “autonomia político-administrativa” no que tange ao descarte de resíduos contendo minério de ferro. Objetivamente, ele proibia que esse tipo de material fosse jogado na Serra sem que a Prefeitura autorizasse.

A derrubada gerou reações de parte da sociedade civil organizada, entre movimentos ambientais e comunitários. Com isso, os parlamentares convocaram, uma semana depois, uma audiência para tratar do tema, que originou esse atual projeto proibindo o descarte desse composto, mas abre espaço para reciclá-lo.

Contexto

O pano de fundo desse debate é o Termo de Compromisso Ambiental firmando em 2017 entre Vale, Prefeitura de Vitória e outros órgãos (excluindo PMS). O acordo prevê que a mineradora retire areia contaminada com minério de ferro da ponta norte de Camburi. Um dos locais cotados para receber o material seria um aterro licenciado pelo Governo do Estado para a empresa Marca Ambiental e que se localiza ao lado do bairro Pitanga e da Área de Proteção Ambiental do Mestre Álvaro.

 

Comentários

Mais notícias

Crianças colocam fogo em decoração de Natal do Parque da Cidade

Um ato de vandalismo chamou atenção de quem passava pelo Parque da Cidade na manhã desta terça-feira (10). Trata-se de um Papai Noel de...

Depressão: Cães e gatos também sofrem com a doença

O Brasil é o país mais deprimido da América Latina, são quase 12 milhões de brasileiros sofrendo com a doença. Porém, quem pensa que...

Léo Dagaz, banda Pura Viva e outras atrações na agenda do Enseada Beach Club no sábado

Neste fim de semana começa a programação Enseada Beach Club – um novo conceito que promete animar e movimentar as tardes do verão de...

Deputados são contra aumento no Fundo Eleitoral, mas usaram dinheiro para campanha -veja valores

Em 2020 partidos políticos podem ter R$ 3.8 bilhões para gastar nas campanhas eleitorais. Isso porque, foi aprovado na Comissão Mista um relatório que...

Você também pode ler

Conteúdo patrocinado

Comentários
javascript:void(0)
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!