• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 34.768 casos
  • 697 mortes
  • 33.306 curados
29.5 C
Serra
quinta-feira, 21 janeiro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 34.768 casos
  • 697 mortes
  • 33.408 curados

Cerca de 20 mil imóveis sem ligar a rede de esgoto

Leia também

Mais de 96% dos pacientes infectados pelo coronavírus já estão curados na Serra

Apesar de ser a segunda cidade capixaba com o maior número de casos confirmados e mortes por coronavírus, a...

Empresas da Serra abrem 180 vagas de emprego para nível fundamental e médio

Empresas da Serra abriram, nesta quinta-feira (21), 180 vagas de emprego com preferência para moradores da cidade. As oportunidades...

Espírito Santo registra 25 mortes e 2.145 novos casos de coronavírus em 24 horas

O Espírito Santo atingiu, na tarde desta quarta-feira (20), a triste marca de 5.590 mortes causadas pelo coronavírus. Em...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

CÓRREGO Irema com as águas poluídas: falta de tratamento é risco à saúde. Foto: Bruno Lyra

Clarice Poltronieri

É comum vermos a população reclamar das condições das águas do município, seja nos rios, praias ou lagoas. O que poucos sabem é que só na Serra, são mais de 20 mil imóveis que já têm acesso à rede de coleta tratamento e ainda não fizeram a ligação.

Isso implica na contaminação das águas da cidade, já que muitas casas lançam o esgoto na rede de drenagem pluvial. Entretanto, segundo a assessoria da concessionária Serra Ambiental, responsável pela coleta e tratamento de esgoto na cidade, não é possível mensurar este número, pois alguns imóveis ainda fazem uso de fossa-filtro e não lançam diretamente na rede de drenagem.

A concessionária informou que até o momento, 75% dos serranos já têm acesso à rede de coleta e tratamento de esgoto, basta fazerem a ligação. A previsão é que até 2023 toda a cidade esteja tratando adequadamente seu esgoto.

Ainda segundo a empresa, logo após a execução das redes, os moradores são convidados a fazer a interligação, cabendo a ela avaliar as interligações não efetivadas e as razões. O morador que não atender à solicitação pode ser notificado pela concessionária, pelos órgãos ambientais e pela prefeitura, que pode também emitir multa.

E resolver o problema é simples: se já existe a caixa de esgoto na calçada (PI), basta fazer a interligação, a custo do proprietário. E se ainda não tiver, é preciso solicitar uma nova ligação de esgoto através do telefone 115.

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!