26.1 C
Serra
sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Capixabas se unem a nordestinos e criticam insinuação de Bolsonaro para turismo sexual

Leia também

Óleo já está em Nova Almeida e Jacaraípe e ameaça também água de serranos

Aconteceu. O petróleo que contamina há mais de dois meses a costa do Nordeste chegou às praias da Serra....

Você adoça seu cafezinho?

Considerando que você utilize um sachê tradicional de 5 gramas por xícara e por dia consuma 3 xícaras de...

Barro na água faz Cesan interromper abastecimento na Serra

Os moradores da Serra, Fundão e Viana  vão ficar sem água nesta sexta-feira (15). Isto porque tem muito barro...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

O Presidente Jair Bolsonaro causou polêmica ao realizar a afirmação no Palácio do Planalto. Foto: Agência Brasil

Através das redes sociais o Governo do Espírito Santo se manifestou após o presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmar que “quem quiser vir aqui fazer sexo com mulher, fique à vontade”. O Estado publicou uma imagem contra a exploração sexual.

A nova polêmica foi criada por Bolsonaro na última quinta-feira (25) durante um café da manhã realizado com jornalistas no Palácio do Planalto, em Brasília. “Quem quiser vir aqui fazer sexo com mulher, fique à vontade (…) o Brasil não pode ser um país do mundo gay, de turismo gay. Temos família”, disse o presidente na ocasião.

Repudiando a afirmação de Bolsonaro, o Governo do ES, publicou em suas redes sociais a seguinte frase: “No Espírito Santo, as mulheres não são atração turística. Diga não à exploração sexual”. O pequeno texto veio acompanhado de uma imagem: “Aqui no Espírito Santo, Não é Não. Diga você também não a exploração sexual”.

No Espírito Santo, as mulheres não são atração turística. Diga não à exploração sexual!

Posted by Governo do Espírito Santo on Monday, April 29, 2019

Na publicação, vários internautas capixabas concordaram com a manifestação do Estado contra a fala de Bolsonaro. O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) também se manifestou sobre o caso através do Facebook. “O Brasil é repleto de atrações turísticas! As mulheres brasileiras não fazem parte. Diga não à exploração sexual e denuncie: disque 100”, disse o Conselho na publicação. 

Outros estados também repudiaram a fala do presidente e fizeram publicações também em suas contas oficiais: Alagoas, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Bahia, Sergipe e Maranhão.

Comentários

Mais notícias

Você adoça seu cafezinho?

Considerando que você utilize um sachê tradicional de 5 gramas por xícara e por dia consuma 3 xícaras de café, seu consumo diário de...

Barro na água faz Cesan interromper abastecimento na Serra

Os moradores da Serra, Fundão e Viana  vão ficar sem água nesta sexta-feira (15). Isto porque tem muito barro na água  e a alta...

Chuva alaga Vale e eleva risco de vazamento de rejeitos em Tubarão

Localizada na divisa entre Serra e Vitória, a planta industrial de Tubarão da Vale também não escapou dos alagamentos que atingem o ES por...

Fortes chuvas deixam 72 pessoas desalojadas no ES

Apesar de não ter causado grandes estragos na Serra, as fortes chuvas que estão caindo no Espírito Santo desde a madrugada da última quarta-feira...

Você também pode ler

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
javascript:void(0)
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!