22.9 C
Serra
domingo, 12 de julho de 2020

Bach, Beethoven e Wagner nos próximos concertos da Orquestra Sinfônica

Leia também

Pré-candidato do prefeito, Fábio Duarte tem a missão de ampliar a base de apoio na Câmara

Com a missão de defender o legado do prefeito Audifax Barcelos (Rede), o vereador Fabio Duarte (Rede) passou a...

Com 62.873 casos, Espírito Santo ultrapassa 2 mil mortes causadas pelo coronavírus

O domingo terminou com uma triste informação divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). De acordo com os...

Serra ultrapassa 9 mil casos confirmados e já possui 358 mortes causadas pela Covid-19

Seguindo na vice-liderança de casos confirmados de coronavírus no Espírito Santo, a Serra já ultrapassou a triste marca de...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Os ingressos são vendidos a preço popular, R$2 inteira e R$1 meia). Foto: Divulgação
Os ingressos são vendidos a preço popular, R$2 inteira e R$1 meia). Foto: Divulgação

Obras dos compositores alemães Bach, Beethoven e Wagner serão apresentadas para o público capixaba nas próximas quarta (10) e quinta-feira (11), no palco do tradicional Teatro Carlos Gomes, em Vitória, pontualmente às 20 horas. Sob a batuta do maestro titular Helder Trefzger, a Orquestra Sinfônica do Espírito Santo (Oses) destaca a participação das solistas capixabas Mosie Schulz, no Oboé, e Jacqueline da Costa Xavier, no Violino.

Os ingressos, sempre a preços populares (R$2 inteira e R$1 meia), podem ser adquiridos com antecedência na bilheteria do Teatro Carlos Gomes (tel. 3132-8399).

Abre a programação o Concerto Duplo para oboé e violino, escrito por Bach em 1736. A obra alia dois solistas, acompanhados por uma orquestra de cordas e pelo cravo. Na sequência, de Beethoven, a sua Sinfonia n.º 1, obra escrita entre 1799 e 1800. Para o Maestro Titular da Oses, Helder Trefzger, “a primeira sinfonia de Beethoven conjuga influências de compositores do período clássico, como Haydn, mas já exala traços marcantes da forte personalidade de Beethoven, o que resulta em uma obra ímpar, muito significativa para a sua época”.

O programa termina com a abertura da ópera Tannhauser, de 1845, baseada em uma história medieval. A abertura traz os principais temas da ópera.

Serviço:

 Séries “SÉRIE QUARTA CLÁSSICA E QUINTA CLÁSSICA”

Obras de: Bach, Beethoven e Wagner

Regência: Maestro Helder Trefzger

Solistas: Mosie Schulz, oboé, e Jacqueline Lima, violino.

Local: Teatro Carlos Gomes

Data: 10 e 11/08

Horário: 20h

Ingressos: R$2,00 (inteira) e R$1,00 (meia-entrada).

Os ingressos podem ser adquiridos com antecedência na bilheteria do Teatro. Telefone: 3132-8399

Comentários

Mais notícias

Com 62.873 casos, Espírito Santo ultrapassa 2 mil mortes causadas pelo coronavírus

O domingo terminou com uma triste informação divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). De acordo com os últimos dados, o Espírito Santo...

Serra ultrapassa 9 mil casos confirmados e já possui 358 mortes causadas pela Covid-19

Seguindo na vice-liderança de casos confirmados de coronavírus no Espírito Santo, a Serra já ultrapassou a triste marca de nove mil moradores infectados e...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!