19.5 C
Serra
sexta-feira, 05 de junho de 2020

Após decisão da Justiça, Wanildo aguarda convocação para voltar à Câmara da Serra

Leia também

Deputado defende redução de gastos do Governo com publicidade

A Assembleia Legislativa endereçou ao Governo do Estado Indicação 927/2020 para que  apenas realize despesas com publicidade e propaganda...

Cesan vai ter que devolver tarifa de esgoto cobrada indevidamente, diz líder comunitário

A Cesan vai devolver tarifas de esgoto cobradas indevidamente de moradores de Balneários Carapebus. É o que afirma o...

MPF aponta que ES tem menos leitos de UTI do que constam nos dados oficiais

Na tarde desta quinta-feira (4) o Ministério Público Federal (MPF) fez uma denúncia preocupante para o Espirito Santo. O órgão...
Maria Nascimento
Maria Nascimento é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

Wanildo é o suplente de Nacib Haddad. Foto: Divulgação

Após conseguir liminar da Justiça que determina o seu retorno à Câmara da Serra, o vereador suplente, Wanildo Sarnaglia (Avante) vai precisar de paciência para reassumir o cargo. A decisão assinada pelo desembargador Délio Rocha foi publicada no último dia 27, pelo Tribunal de Justiça, mas Wanildo entrou com uma notificação na esfera municipal, pedindo imediata posse.

“A Procuradoria da Câmara vai, então, editar uma convocação, que deve ser publicada no Diário Oficial até sexta-feira (4), quando ele poderá assumir o cargo. Provavelmente não participará da sessão desta quarta-feira (2) porque precisa aguardar a publicação”.

Na decisão, o desembargador argumenta que já se passaram 120 dias de vacância do cargo, uma vez que Nacib foi afastado no dia 14 de abril. Por isso, seria legítima a posse de Sarnaglia.

Wanildo vai assumir a vaga do vereador afastado Nacib Haddad (PDT), que é denunciado pelo Ministério Público de formação de cartel para fraudar licitações. Acusações das quais Nacib nega.

Após o afastamento de Nacib em abril, a juíza da Vara da Fazendo Pública Municipal, Telmelita Guimarães, determinou que Wanildo fosse empossado. Isso ocorreu em maio. Nacib recorreu em segunda instancia, argumentando que o prazo para convocação do suplente era de 120 dias após o afastamento. Em julho o desembargador João Paulo Calmon Nogueira acatou o pedido de Nacib e afastou Wanildo.

Comentários

Mais notícias

Cesan vai ter que devolver tarifa de esgoto cobrada indevidamente, diz líder comunitário

A Cesan vai devolver tarifas de esgoto cobradas indevidamente de moradores de Balneários Carapebus. É o que afirma o líder comunitário local, Anderson Muniz....

MPF aponta que ES tem menos leitos de UTI do que constam nos dados oficiais

Na tarde desta quinta-feira (4) o Ministério Público Federal (MPF) fez uma denúncia preocupante para o Espirito Santo. O órgão disse em sua denúncia que...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!