Ambulantes de Laranjeiras protestam contra ação de fiscais da Prefeitura da Serra | Portal Tempo Novo

Serra, 16 de dezembro de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Geral

Serra, 15 de agosto de 2018 às 12:02

Ambulantes de Laranjeiras protestam contra ação de fiscais da Prefeitura da Serra


Os camelôs prometem repetir este movimento até o final do ano. Foto: Gabriel Almeida

Os vendedores ambulantes que trabalham nas ruas de Laranjeiras, mais uma vez fecharam a Avenida Central, no trecho entre a Drogaria Pacheco e a Naara Confecções, para protestar contra a Prefeitura da Serra. Os camelôs prometem repetir este movimento até o final do ano.

Segundo Lade Dayane, que trabalha como ambulante no bairro, fiscais do município tem passado todos os dias para coibir a ação dos vendedores ambulantes. “Nós queremos trabalhar apenas. Temos família, precisamos sustentar. E estamos sendo perseguidos. Agora querem multar nossos carros por estarmos estacionados em vaga do estacionamento rotativo. Estamos pagando como todo mundo, temos o direito de usar a vaga”, reclama.

Antônio Arnaldo, que também trabalha na avenida Central como ambulante disse que o movimento vai continuar até dezembro. “Todas as vezes que os fiscais passarem e recolherem nossa mercadoria vamos atear fogo em pneus novamente e parar a avenida Central, como fizemos na sexta (10) e hoje (15). “Queremos trabalhar, sustentar nossa família e a Prefeitura da Serra não quer deixar”.

A reportagem questionou a Prefeitura da Serra sobre o assunto que disse que os fiscais só apreendem mercadorias sem notas fiscais e notificam pessoas que não têm autorização para atuar como ambulante. O tempo máximo permitido em cada vaga do rotativo é exibido na placa de sinalização. Veículos flagrados irregularmente nas vagas são notificados pela Guarda de Trânsito.

Na semana passada, dia 9 de agosto, a reportagem questionou a Prefeitura sobre o mesmo assunto: apreensão de mercadorias. Na ocasião, a Assessoria de Imprensa do município disse que os fiscais não recolhem mercadorias. Disse ainda que a proibição para ambulantes não autorizados continua na Avenida Central de Laranjeiras.

Entenda o motivo dos protestos dos ambulantes clicando aqui. 

Bate-boca com a Polícia

Para conter os manifestantes três viaturas da Polícia Militar, oito policiais e duas motos foram chamadas. Depois da manifestação, houve bate-boca entre policiais e ambulantes. Cerca de 15 camelôs participaram da manifestação. A reportagem esteve no local e acompanhou a discussão entre ambulantes e militares. Houve ameaças por parte da PM de que se houver outra manifestação como a que foi realizada na tarde desta quarta (15), todos os envolvidos serão presos.

A reportagem entrou em contato com a assessoria da Polícia Militar que disse que a PM acompanhou o protesto. Disse ainda que em relação a atuação da PM, caso alguém tenha se sentido prejudicado com a atuação dos militares, deve ir à Corregedoria da PM e formalizar uma reclamação, para que o fato seja analisado. 




O que você acha ?

Você concorda com a saída de Cuba do Mais Médicos?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por