25 C
Serra
quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

Alunos da Apae participam de palestra com animais empalhados

Leia também

Jovens entram na corrida pela Câmara da Serra em 2020

Motivados e com disposição para novos desafios. Lideranças jovens da Serra estão atentas à movimentação das raposas politicas, e...

Projeto social abre filial em Castelândia e procura professor de violão voluntário

O projeto Restauração de Vida, que teve início no bairro Santa Rita, que fica próximo a Serra Dourada, está...

Cantor gospel de Nova Almeida ganha palcos de igrejas da Serra

Com 20 anos, o morador de Nova Almeida, Lucas Mutz, faz sucesso cantando música gospel nas igrejas da Serra. O...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Os alunos da Associação de Pais e Alunos da Serra – Apae – recebeu uma visita diferente nesta segunda-feira (24).

Policiais durante palestra na Apae. Foto: Divulgação
Policiais durante palestra na Apae. Foto: Divulgação

É que a equipe de Educação Ambiental da Polícia Militar Ambiental esteve na instituição que fica em Laranjeiras, levando palestra sobre temas ambientais e ainda 21 espécies de animais taxidermizados, como onça, tatu e tartaruga.

A atividade faz parte da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla que acontece de 21 a 28 deste mês.

O que mais chamou a atenção das crianças e adultos foi o exemplar da cabeça do peixe Mero. E pela primeira vez o “projeto dinâmica sensorial” foi realizado pelos Policiais Militares Ambientais, onde participantes da Apae de olhos vendados testaram seus sentidos de tato, olfato e paladar com frutas, legumes, verduras e ervas permitindo um desenvolvimento global.

O objetivo do trabalho consistiu na criação de um espaço real de ação e interação favorecendo o enriquecimento da identidade sociocultural, além de desenvolver nos deficientes intelectuais e múltiplos habilidades essenciais para a conquista de uma maior autonomia podendo contribuir com a sua evolução intelectual.

A ação atendeu 200 pessoas entre pais e alunos e se deu através da parceria com a Apae e a Ceasa que forneceu todos os alimentos para realização da dinâmica sensorial.

Comentários

Mais notícias

Projeto social abre filial em Castelândia e procura professor de violão voluntário

O projeto Restauração de Vida, que teve início no bairro Santa Rita, que fica próximo a Serra Dourada, está tomando força e terá uma...

Cantor gospel de Nova Almeida ganha palcos de igrejas da Serra

Com 20 anos, o morador de Nova Almeida, Lucas Mutz, faz sucesso cantando música gospel nas igrejas da Serra. O jovem canta na igreja desde...

Marchinha de capixaba alerta sobre dengue, zika, chikungunya e malária

Tema de grande relevância para a saúde pública, as doenças transmitidas por pernilongos viraram marchinha de carnaval, unindo arte, humor, crítica política e social....

Fábrica da Fortlev na Serra abre vaga de emprego

A Fortlev, empresa com sede no Civit II, na Serra, está abrindo vaga de emprego para Analista de Qualidade. A empresa que é líder nacional...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem