25.9 C
Serra
sexta-feira, 24 de janeiro de 2020

Agora é Lei | Está proibido uso de fogos de artifício com barulho na Serra

Leia também

Chuvas | Serra antecipa limpeza de bueiros e valas

Áreas de instabilidade se intensificaram sobre o mar e avançaram para o Espírito Santo espalhando nuvens carregadas sobre algumas...

Prefeitura da Serra vai enviar 50 pessoas para ajudar na limpeza de Iconha

Muitas doações de produtos de limpeza, alimentos e roupas estão chegando ao município de Iconha, devastado por chuvas que...

Morador pede bueiros em ruas de Portal de Jacaraípe – Confira no ‘Pronto, Flagrei’

Morador do bairro Portal de Jacaraípe, Cleiton Luiz, reclama da ausência de bueiros em diversas ruas da comunidade. Segundo ele,...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

A lei prevê ainda multa de R$ 2 mil para quem infringir a regra. Foto: Divulgação

Agora é lei. Está proibido na Serra o uso de fogos de artifício que façam barulho, seja em eventos públicos ou particulares. O Projeto de Lei do vereador Miguel da Policlínica (sem partido) foi aprovado na Câmara de Vereadores da Serra no último dia 18 de dezembro e sancionado pelo prefeito Audifax Barcelos (Rede) no dia 2 de janeiro deste ano. A publicação foi feita no Diário dos Municípios na última segunda (13).

A Lei nº 5.151, de 02 de janeiro de 2020 proíbe o transporte, armazenamento, comercialização e o manuseio de fogos e artefatos explosivos pirotécnicos sonoros em qualquer estabelecimento comercial de Serra, e também a utilização, queima e soltura de fogos e artefatos pirotécnicos sonoros em locais públicos e privados, abertos ou fechados.

Também prevê multa de R$ 2 mil, valor que pode ser dobrado na primeira reincidência e quadruplicado a partir da segunda reincidência.

A lei não proíbe o uso de fogos na cidade, artefatos que não façam o barulho poderão ser usados. Segundo Miguel, a Lei visa o bem estar de idosos, doentes, bebês, crianças e animais que sofrem com os estouros e estampidos. “É para comemorar. Quem possui animais em casa é testemunha do terror que os fogos de estampido e similares representam aos animais, inclusive tais pessoas passam das datas festivas em casas, principalmente Réveillon, para minimizar o estresse dos bichos. Além disso tem as pessoas que estão internadas em hospitais. Tudo é estresse para eles”, relato Miguel.

Ele frisa que a ideia é acabar com a poluição sonora e não com os fogos com efeitos visuais, que trazem luzes e cores e não produzem estampidos. “Os fogos de artifício visuais, sem barulho, podem ser utilizados normalmente”.

Confira a Lei na íntegra:

 

Comentários

Mais notícias

Prefeitura da Serra vai enviar 50 pessoas para ajudar na limpeza de Iconha

Muitas doações de produtos de limpeza, alimentos e roupas estão chegando ao município de Iconha, devastado por chuvas que atingiram o sul do Espírito...

Morador pede bueiros em ruas de Portal de Jacaraípe – Confira no ‘Pronto, Flagrei’

Morador do bairro Portal de Jacaraípe, Cleiton Luiz, reclama da ausência de bueiros em diversas ruas da comunidade. Segundo ele, basta chover um pouco mais...

Pague 26 e leve 23 | Confira a coluna Nó da Gravata desta sexta (24)

Pague 26 e leve 23 Após os vereadores de oposição colocarem o ‘pé na porta’ contra a posse do suplente de vereador Fábio Latino (PSB),...

A Serra tem meio milhão de incapazes? Leia a opinião do TN

Quando o chefe dos índios temiminós Maracajá-guaçu e o padre jesuíta Brás Lourenço, em 1556, fundaram a Aldeia de Nossa Senhora da Conceição da...

Você também pode ler

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem