A partir do dia 13 de novembro os moradores da Serra poderão contar com um ambulatório para tratamento de psoríase. O posto especializado vai funcionar na Unidade Regional de Saúde de Novo Horizonte e a responsável pelo ambulatório será a médica dermatologista Cristiani Banhos Ferreira.

Segundo a Prefeitura da Serra, no município mais de 10 mil moradores possuem psoríase e a previsão é que o espaço atenda 50 pessoas por mês, sendo 30 com a forma grave da doença. No Brasil, estima-se que 1,31% da população tenha psoríase.

O TEMPO NOVO conversou com exclusividade com a dermatologista Cristiani Banhos que conta quais são os sintomas da doença e esclarece sobre o tratamento da psoríase.

“A psoriase é uma doença inflamatória crônica auto imune que se caracteriza pela presença de lesões eritematodescamativas no corpo principalmente em cotovelos, joelhos, couro cabeludo dentre outros. Além da pele pode comprometer as articulações e pacientes com Psoriase apresentam risco aumentado de doenças cardiovasculares, oculares, intestinais, obesidade, diabetes e HÁS (Hipertensão Arterial Sistêmica)”, detalha a médica.

Segundo Cristiane, não é uma doença contagiosa e o tratamento dependerá da gravidade da doença. “Formas leves se utiliza apenas o tratamento com hidratantes e pomadas a base de alcatrão, calcipotriol e corticosteroide, nos casos graves recomenda-se medicação sistêmica como metotrexate, ciclosporina, acitretina e biológicos”.

O diagnóstico é clínico e os sintomas podem ser prurido ou dor e a doença ainda não tem cura. “Mas tem estabilização e com a nova geração de medicamentos a tendência é praticamente a ausência de lesões”. Cristiani ainda disse que a psoriase é mais frequente no inverno que no verão.

As atividades do ambulatório começam no dia 13 de novembro, na Unidade Regional de Saúde de Novo Horizonte. O paciente com psoríase deve procurar a unidade básica de saúde de sua referência para avaliação da necessidade de encaminhamento ao ambulatório de Novo Horizonte.

O atendimento especializado aos pacientes já é feito no local, e os médicos e demais servidores da área de saúde estão recebendo capacitação. Mas com o ambulatório, todas as quartas-feiras o atendimento será exclusivo para os portadores da doença.

“A capacitação dos servidores do município ocorreu em dois dias (23 e 30/10) e foram capacitados mais de 100 servidores nestes dias com o objetivo de melhor atendimento aos pacientes com a doença psoriasica”, conta Cristiani.

Comentários