• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 41.410 casos
  • 767 mortes
  • 40.067 curados
24 C
Serra
quinta-feira, 04 março - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 41.410 casos
  • 767 mortes
  • 40.067 curados

Vidigal diz que vai tomar a vacina contra o coronavírus: “a ciência tem que ser respeitada”

Leia também

Festival Voadora terá 12 shows autorais com destaques da música capixaba  

Cento e oitenta e seis projetos foram inscritos para o processo de seleção do Festival Voadora, cujas apresentações acontecem entre...

Detran implanta exame teórico digital na Ciretran Serra Sede e facilita vida de moradores

O município da Serra receberá mais uma Sala de Exames Teóricos digital do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito...

Vereador defende regulamentação do serviço de mototáxi na Serra

  Por meio do Projeto Indicativo de Lei 43/2021, o vereador Pablo Muribeca (Patriota) defende a regulamentação do serviço de...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Vidigal está incluso na segunda etapa da vacinação contra o coronavírus. Foto: Edson Reis

Com o início da vacinação contra o coronavírus em todo o Brasil, inclusive no Espírito Santo, surgiu uma dúvida – muita das vezes utilizada por negacionistas como provocação – sobre o motivo que fez as autoridades políticas ainda não tomarem o imunizante. Na Serra, não é diferente: leitores do TEMPO NOVO fizeram comentários dessa temática em publicações referentes à vacina. E o prefeito Sergio Vidigal respondeu os questionamentos e disse que tomará sua dose quando for a vez do seu grupo.

A afirmação foi concedida à reportagem nesta quarta-feira (21) durante o lançamento da campanha de vacinação em idosos de instituições de longa permanência. Durante a conversa, o prefeito afirmou que irá se vacinar na segunda etapa – que ainda não tem previsão para ser iniciada devido à falta de doses. O chefe do Executivo municipal ainda deixou um recado para os moradores da cidade alertando que a ciência precisa ser respeitada.

Vale lembrar que Vidigal tem 63 anos e, apesar de ser médico, não se enquadra nas categorias determinadas pelo Ministério da Saúde. Nesse momento, as pouco mais de 3,5 mil doses entregues para a Serra são exclusivas para idosos em instituições de longa permanência e trabalhadores da saúde que atuam no combate ao coronavírus – que não é o caso do prefeito.

“Irei tomar a vacina na minha fase, que é a segunda. Primeiro quero só deixar aos moradores que algumas doenças mutilaram e mataram muitas pessoas como, por exemplo, poliomielite, sarampo e varíola. Em todos esses casos, a vacina basicamente erradicou essas doenças. É o único instrumento de prevenção. Não adianta tomar um medicamento achando que vai tratar, pois virose não tem cura”, disse.

O prefeito ainda afirmou que mesmo que cada pessoa tenha uma opinião diferente é necessário respeitar e acreditar na ciência. “É preciso entender (o tamanho) da responsabilidade de tomar a vacina. Eu sei que cada um tem uma opinião, mas a ciência tem que ser respeitada. É muito importante que qualquer opinião ouça a ciência. É fundamental que se vacinamos”, afirmou Vidigal.

Primeira idosa vacinada diz que pretende casar aos 106 anos

A primeira idosa a ser vacinada contra o coronavírus na Serra já está pensando no futuro pós-pandemia. Maria Brito de Jesus, de 106 anos, recebeu uma dose do imunizante na manhã desta quarta-feira (20), em Nova Almeida, durante evento feito pela Prefeitura da Serra. Logo após a aplicação, a moradora do no Instituto Franciscano disse que agora pretende casar.

E quem pensa que Dona Maria está apenas com planejamento de se casar está enganado. Ela garantiu que já possui até o companheiro, quem chamou apenas de João. De acordo com a idosa, ela não sentiu medo da vacina, mas da agulha já é outra história. “Agora eu quero é casar. Meu pretende é o João”, afirmou a vacinada, que disse ainda não ter sentido dor na hora da aplicação.

Além dela, outras três idosas participaram do evento de lançamento da vacinação nas instituições de longa permanência. Ainda na quarta-feira, outros 25 idosos e 30 profissionais de saúde que atuam na unidade foram imunizados.

Veja quem pode tomar a vacina neste momento:

  • Profissionais da saúde que estejam atuando no combate à Covid-19
  • Idosos que moram em instituições de longa permanência
  • Pessoas com deficiência que vivem em instituições
  • Indígenas que vivem em terras indígenas (A Serra não possuí)

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Saiba mais
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!