25.8 C
Serra
quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

Vereador visita Cracolândia na Serra

Leia também

Uma tonelada de ração para animais vítimas das chuvas no interior

Uma tonelada de ração será enviada para os animais dos municípios do interior do estado que foram atingidos pelas...

Erick Musso convoca deputados para aprovar pacote de ajuda para os atingidos pela chuvas

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Erick Musso (Republicanos), deve convocar o plenário extraordinariamente, na próxima segunda-feira (27), atendendo...

Pele Morena e congo encerram as atividades da Arena Procon hoje (22) em Jacaraípe

A Arena Procon Serra está se despedindo da praia de Jacaraípe nesta quarta-feira (22). Além das atividades que duram...
Maria Nascimento
Maria Nascimento é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

O vereador conversa com um usuário de crack. foto: Divulgação

O vereador Cabo Porto (PSB) segue com sua luta contra a violência e a criminalidade nas ruas da Serra. Ele tem percorrido ruas e becos da cidade, onde conversa com moradores e com pessoas que vivem à margem da sociedade, como usuários de drogas. Porto cobrou ações da municipalidade em relação aos usuários.

Uma das pessoas ouvidas ouvidas pelo parlamentar disse que os locais disponibilizadas pela prefeitura para abrigar os dependentes químicos oferecem comida e local para dormir, mas que no dia seguinte os mesmos voltam para as ruas.

O vereador conversou com a reportagem e disse que a questão está além da segurança pública. “Tenho feito esse trabalho ao longo dos anos, e conclui que os usuários encontram facilidades no município da Serra. O que faltam são políticas públicas. É preciso realizar convênios com empresas, com clínicas para que essas pessoas sejam tratadas. Até mesmo porque o Código Penal afirma que o usuário é tido como doente. Então por que o Eastdo e o município não o interna. Existe uma Cracolândia no nosso município e pessoas de outros municípios estão vindo para cá. O traficante tem que ser preso, mas o usuário tem que ser internado. A Secretaria de Ação Social deve fazer abordagens sociais e tire essas pessoas das ruas para tratamento”.

Uma usuária entrevistada pelo vereador chegou a comentar que “não adianta oferecer comida e dormitório. Enquanto o município fizer isso, sempre terá um ‘cracudo’ na rua. Enquanto tiver abrigo, com alimento, e portas abertas, nunca vai faltar ‘cracudo’ na rua”.

Comentários

Mais notícias

Erick Musso convoca deputados para aprovar pacote de ajuda para os atingidos pela chuvas

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Erick Musso (Republicanos), deve convocar o plenário extraordinariamente, na próxima segunda-feira (27), atendendo ao pedido do governador Renato...

Pele Morena e congo encerram as atividades da Arena Procon hoje (22) em Jacaraípe

A Arena Procon Serra está se despedindo da praia de Jacaraípe nesta quarta-feira (22). Além das atividades que duram o dia todo, vai ter...

Sede recebe palestras sobre história e ciclo folclórico da Serra

Acontecem nesta quarta-feira (22) às 18h no auditório da Câmara Municipal, duas palestras promovidas pela Associação Comercial e Empresarial da Serra Sede (Acess) ....

Festival de Doces com quindim gigante em Nova Almeida

O Festival de Doces que acontece no fim da próxima semana, na Praça dos Pescadores, em Nova Almeida tem a mão da ex-vereadora e...

Você também pode ler

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem