22.9 C
Serra
terça-feira, 02 de junho de 2020

Vereador quer férias de 55 dias

Leia também

Assaltos a mão armada em Chácara Parreiral assusta moradores

  Moradores de Chácara Parreiral reclamam da quantidade de assaltos que tem acontecido no bairro. Segundo eles, roubos e assaltos a...

Visitas seguem suspensas nas unidades prisionais no mês de junho

A Secretaria da Justiça (Sejus) decidiu manter a suspensão das visitas em todas as unidades prisionais do Estado durante...

Mais de 1.300 moradores da Serra já se curaram da Covid-19

A Serra é a cidade que mais tem casos confirmados da Covid-19 e também lidera o número de mortes...
Yuri Scardinihttps://www.portaltemponovo.com.br
Morador da Serra, Yuri Scardini é o editor de política do Tempo Novo. Além de sua área, o jornalista, escreve para outras editorias do portal.

A votação ocorreu ontem  (03).
A votação ocorreu ontem (03).

Por Conceição Nascimento

Apenas seis dos 23 vereadores da Serra querem a redução do recesso parlamentar. A Proposta de Emenda à Lei Orgânica (03/2013), que trata da redução das férias dos vereadores da cidade foi apreciada na noite desta quarta-feira (3) e rejeitada por 15 vereadores, com uma abstenção e uma ausência. O autor da proposta, vereador Gideão Svensson (PR), comentou o resultado da votação.

“A Câmara demonstrou mais uma vez que legisla por interesse próprio, sem se importar com o interesse coletivo. O projeto trata da moralização da Casa. Atualmente, um trabalhador tem 30 dias de férias, enquanto os vereadores da Serra acumulam durante o ano 55 dias de folga”, pontuou Gideão.

Pela proposta, os vereadores não teriam mais os 15 dias de férias em julho. Já o recesso de dezembro seria protelado para o mês de janeiro, a partir do dia dois e até 31. Segundo Gideão, as câmaras de Vitória e Vila Velha já adotaram a redução do período de férias. “Ainda precisei ouvir vereadores afirmando que ‘trabalham em tempo integral, com o gabinete aberto diariamente’, ao justificar o voto contrário”, alfinetou o republicano.

Entre os que votaram contra está Miguel Mates (PTC), que afirmou seguir o mesmo raciocínio dos outros vereadores. “No mês de janeiro meu gabinete fica aberto à população. Também atuo nos bairros da cidade, onde acompanho e fiscalizo ações da administração”, explicou.

Votaram a favor da redução do recesso Votaram contra a redução do recesso: 
Gideão Svensson (PR)  Aécio Leite (PT)
Nacib Haddad (PDT)  Alexandre Xambinho (PTdoB)
Luiz Carlos Moreira (PMDB)  Davi Duarte (PDT) 
Bruno Lamas (PSB)  Boy do INSS (PSB) 
Toninho Silva (DEM)  Basílio da Saúde (Pros) 
 Pastor Ricardo (PRB) Cézar Nunes (SD)
Neidia Maura (SD)
  Gilmar Carlos (PT)
  Jorge Silva (SD)
  José Raimundo (PSL)
  Marcos Tongo (SD)
  Miguel Mates (PTC)
  Rodrigo Caldeira (SD)
 Tio Paulinho (PV)
    Auredir Pimentel (PDT)
 

 

O vereador Aldair Xavier (PTB) estava ausente na sessão. Já o presidente da Câmara, Guto Lorenzoni (PP) tem voto facultativo ou em caso de empate.

Veja vídeo:

Comentários

Mais notícias

Visitas seguem suspensas nas unidades prisionais no mês de junho

A Secretaria da Justiça (Sejus) decidiu manter a suspensão das visitas em todas as unidades prisionais do Estado durante o mês de junho. A...

Mais de 1.300 moradores da Serra já se curaram da Covid-19

A Serra é a cidade que mais tem casos confirmados da Covid-19 e também lidera o número de mortes no Espírito Santo. Até a...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!