22.6 C
Serra
sábado, 04 de julho de 2020

Vereador quer Casa do Congo em Nova Almeida

Leia também

Projeto garante teste gratuito de coronavírus a doadores de sangue

Tramita na Assembleia Legislativa o Projeto de Lei versa sobre a inclusão de testes para detecção da Covid-19 em...

Viviane Miranda fará segunda live solidária no dia 12 de julho

A cantora Viviane Miranda, moradora de Feu Rosa, na Serra, fará sua segunda live solidária no próximo dia 12...

Como fica o direito da gestante a um acompanhante no momento do parto durante a pandemia

O direito a um acompanhante durante o parto é garantido pela lei federal nº 11.108 de 2005 (lei do...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Na Serra-sede a Casa do Congo Mestre Antônio Rosa já tem dez anos de história. Foto: Joatan Alves
Na Serra-sede a Casa do Congo Mestre Antônio Rosa já tem dez anos de história. Foto: Joatan Alves

Criar uma Casa do Congo em Nova Almeida. Isso é o que o vereador Marcos Tongo (SDD) deseja. E o primeiro passo já foi dado. O parlamentar protocolou na Câmara da Serra um projeto de lei que pede a criação da Casa do Congo no balneário.

Enraizado na história do município, o congo se apresenta todos os anos na tradicional festa em homenagem a São Sebastião e a São Benedito, arrastando multidões pelas ruas do bairro.

Historiadores contam que a manifestação capixaba teve origem com a chegada de escravos africanos sobreviventes de um naufrágio ocorrido nas proximidades da costa de Nova Almeida.

Tendo em vista a importância cultural que o congo representa para Nova Almeida, o projeto foi criado com o objetivo de preservar a manifestação cultural.

Se aprovado, a Casa de Congo receberá o nome de “Mestre Nelson Ramos” em homenagem a mestre Nelson, que foi o responsável por conduzir os ensaios das bandas de congo durante muitos anos em Nova Almeida.

O local deverá ser utilizado para a realização de ensaios da banda mirim, para guardar os instrumentos musicais da banda e para o desenvolvimento de projetos sociais que visam garantir a manutenção da identidade cultural daquela comunidade.

Serra-sede

Na Serra-sede, já existe a Casa de Congo Mestre Antônio Rosa e pode ser visitada de segunda a sexta, das 8 às 17h. Funciona na escada embaixo do Museu Histórico da Serra. Telefone: (27) 3251-5870. Ela foi fundada no ano de 2000.

 

Comentários

Mais notícias

Viviane Miranda fará segunda live solidária no dia 12 de julho

A cantora Viviane Miranda, moradora de Feu Rosa, na Serra, fará sua segunda live solidária no próximo dia 12 de julho, as 16 horas....

Como fica o direito da gestante a um acompanhante no momento do parto durante a pandemia

O direito a um acompanhante durante o parto é garantido pela lei federal nº 11.108 de 2005 (lei do acompanhante), que alterou a lei...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!