16.1 C
Serra
segunda-feira, 01 de junho de 2020

Vendaval destrói abrigo de animais na Serra

Leia também

Mais de 200 mil capixabas já tiveram Covid-19, diz 2ª fase do Inquérito Sorológico

O governador Renato Casagrande anunciou em suas redes sociais que 206.559 mil pessoas já contraíram Covid-19 no Espírito Santo,...

Serra fecha maio com 2.508 casos confirmados e 157 mortos por coronavírus

O mês de maio chegou ao fim com muitos casos confirmados e mortes causadas pela Covid-19 na Serra. De...

Mais cinco moradores da Serra morrem por coronavírus

Em apenas 24 horas, a Serra registrou cinco novas mortes causadas pela Covid-19. A informação foi divulgada pela Secretaria...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Situação de um dos espaços do sítio onde fica o Auau Carente. Foto: Reprodução Facebook
Situação de um dos espaços do sítio onde fica o Auau Carente. Foto: Reprodução Facebook

O vendaval dos últimos dias destruiu um abrigo de animais da Serra. O Auau Carente, de Praia de Carapebus, teve baias completamente destroçadas pelos ventos que no litoral capixaba chegaram a mais de 80 quilômetros por hora, segundo dados do Incaper.

O prejuízo que a ventania causou afetou todas as áreas do abrigo. Segundo Lívia Guimarães responsável pelo local que possui 100 cães, além de gatos, cavalos, pôneis e patos não sobrou nada e os animais por conta disso estão no tempo.

“Onde havia gazebos e também telhões parafusados perdemos tudo. Foi realmente traumatizante. Até as casinhas de caixa d’agua voaram. Vasilhas, baldes, tudo parecia flutuar. Os coqueiros dobravam”, conta Lívia.

Agora, o abrigo precisa de ajuda para se reerguer. “Estamos sempre improvisando por falta de recursos financeiros e eu realmente preciso dar um jeito de fazer algo definitivo e seguro para os animais. Algo  tipo uma cobertura chumbada e bem fixa”, destaca.

Enquanto isso não acontece, o abrigo está buscando doações de materiais que possam servir de teto: gazebos (tendas) usadas, madeirites e telhões.

“Alguém que tenha contato com madereiras para ajudar com material de sustentação, material de construção, qualquer coisa que possa colaborar para resolver isso. Hoje, uma engenheira entrou em contato disponibilizando ajuda. Vamos ver algo que não seja caro e que seja seguro”.

Quem quiser ajudar pode entrar em contato com o abrigo pelo Facebook de Livia Guimarães, José Netto ou Bianca Guimarães. Abrigos temporários para os cães também são necessários.

 

 

Comentários

Mais notícias

Serra fecha maio com 2.508 casos confirmados e 157 mortos por coronavírus

O mês de maio chegou ao fim com muitos casos confirmados e mortes causadas pela Covid-19 na Serra. De acordo com a última atualização...

Mais cinco moradores da Serra morrem por coronavírus

Em apenas 24 horas, a Serra registrou cinco novas mortes causadas pela Covid-19. A informação foi divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa)....

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!