27.3 C
Serra
domingo, 12 de julho de 2020

Vandinho defende que Assembleia “boicote” homenagem a Jean Wyllys e líder do MST

Leia também

Serra ultrapassa 9 mil casos confirmados e já possui 358 mortes causadas pela Covid-19

Seguindo na vice-liderança de casos confirmados de coronavírus no Espírito Santo, a Serra já ultrapassou a triste marca de...

Prefeitura abre vacinação contra gripe para todos os moradores da Serra

Após finalizar a campanha de vacinação contra a gripe Influenza, a Secretaria Municipal de Saúde ampliou a imunização para...

Empresa de segurança que aluga cães é denunciada por abandono na Serra

Após receber denúncias de abandono de animais de propriedade de uma empresa de segurança que trabalha com aluguel de...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Vandinho subiu o tom contra homenagem que será dada à Jean Wyllys e João Pedro Stédile. Foto: Divulgação.

A Assembleia Legislativa vai conceder uma das maiores honrarias do estado ao ex-deputado Jean Wyllys e ao fundador do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), João Pedro Stédile. Trata-se do título de Cidadão Espírito-Santense. Os projetos de decreto legislativo foram aprovados nesta quarta-feira (5) pela Assembleia Legislativa e a autora é a deputada Iriny Lopes (PT). Entretanto, a ação desde já promete gerar muita polêmica. O deputado estadual, Vandinho Leite (PSDB), em conversa com a reportagem do TEMPO NOVO defendeu que a Assembleia boicote a honraria aos ícones da esquerda brasileira.

Vandinho argumenta que “nenhum dos dois tem trabalho em prol do Espírito Santo” e não entende o motivo de dar uma das honrarias “mais simbólicas” a “duas figuras tão questionáveis assim”. Ele diz ainda que vai estudar junto a sua assessoria jurídica se há alguma abertura dentro do regimento interno que impeça “esse escárnio com dinheiro públicio”.

Atualmente, Stédile é membro da direção nacional do MST, filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT) no diretório municipal de Cachoeirinha, no Rio Grande do Sul. Também é economista e autor de diversas obras que tratam da questão agrária e de temas políticos, como o socialismo e a luta de classes, publicados pela Fundação Perseu Abramo. Na justificativa da proposta de homenagem, Iriny destaca que Stédile é um dos maiores defensores da reforma agrária no Brasil.

O outro a recebe a homenagem é o deputado federal eleito Jean Wyllys, que, inicialmente, tornou-se conhecido após ganhar a edição de 2005 do reality show Big Brother Brasil, exibido pela Rede Globo. Tornou-se deputado federal pelo Rio de Janeiro e, mesmo após vencer a terceira eleição consecutiva, em 2018, renunciou ao cargo após sofrer ameaças. Sendo assim, desde janeiro de 2019, ele deixou o Brasil.

Jean Wyllys é jornalista e professor de Comunicação. Homossexual assumido, ele foi um dos parlamentares brasileiros na defesa dos direitos humanos, especialmente em relação aos direitos LGBT, segundo a justificativa da proposta da deputada Iriny Lopes.

 

Comentários

Mais notícias

Prefeitura abre vacinação contra gripe para todos os moradores da Serra

Após finalizar a campanha de vacinação contra a gripe Influenza, a Secretaria Municipal de Saúde ampliou a imunização para todos os moradores da Serra. ...

Empresa de segurança que aluga cães é denunciada por abandono na Serra

Após receber denúncias de abandono de animais de propriedade de uma empresa de segurança que trabalha com aluguel de cães de raça, localizada no...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!