21.8 C
Serra
quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Vale e Arcelor são as principais responsáveis pelo pó preto, diz ex- diretor de Meio Ambiente do ES

Leia também

Mundial Sub-17: seleções seguem treinando na Serra | Veja vídeo

A Serra está sendo o Centro de Treinamento (CT’s) de doze seleções que disputarão o Mundial Sub-17 da Fifa....

Governo Federal “desmonta” assistência social e pobreza avança, denuncia secretário

Parte II, Bloco Assistência Social Veja a Parte I da entrevista: Eleição 2020 A frente da Secretária de Trabalho, Assistência e...

Banestes diz que não vai fechar agência em Nova Almeida, mas comunidade teme desinvestimento

Já foram afixadas placas na Agência do Banestes em Nova Almeida, informando aos clientes que a unidade vai sofrer...

Poeira visível sobre o complexo de Tubarão fotografada sábado (11) do morro do Moreno em Vila Velha. Foto: Divulgação
Poeira visível sobre o complexo de Tubarão fotografada sábado (11) do morro do Moreno em Vila Velha. Foto: Divulgação

A Vale e a ArcelorMittal são as principais responsáveis pelo pó preto que há décadas atinge os moradores da Grande Vitória. A afirmação é do ex-diretor do Instituto Estadual de Meio Ambiente (Iema), Cláudio Denícoli, que deu a declaração na manhã desta segunda (13) durante reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Pó Preto na Assembleia Legislativa.

Claudio esteve à frente do Iema em 2012 e 2013, órgão que é responsável pela licença ambiental das siderúrgicas e também por monitorar a qualidade do ar na Grande Vitória. E foi secretário de Meio Ambiente da Serra entre 2009 e 2012. Atualmente Denícoli está à frente da Secretaria de Desenvolvimento e Meio ambiente de Cariacica.

Além de apontar as duas empresas como principais responsáveis pela poluição, Cláudio disse que nem o ar de São Paulo é tão sujo.  Aos deputados da CPI contou que morou próximo à Avenida Paulista e que nem lá há tanto pó preto como na Grande Vitória.

Denícoli e o secretário de Meio Ambiente de Vila Velha, Jader Mutzig, disseram aos deputados que eles devem focar na Vale e Arcelor, porque se forem focar em outras fontes como trânsito e construção civil, o estado não vai avançar no controle de poluição.

Incomodados com a poeira

Também na reunião desta segunda (13), a secretária de Meio Ambiente da Serra, Andreia Carvalho, disse que todos se sentem incomodados com o pó preto vindo do Complexo de Tubarão.  Ela também falou a estrutura dos órgãos de meio ambiente é deficiente. “Tenho acompanhado alguns debates da CPI e acho que o momento é de se avançar na tomada de decisões”, conclui.

Com informações site da Assembleia Legislativa

 

Mais notícias

video

Mundial Sub-17: seleções seguem treinando na Serra | Veja vídeo

A Serra está sendo o Centro de Treinamento (CT’s) de doze seleções que disputarão o Mundial Sub-17 da Fifa....

Governo Federal “desmonta” assistência social e pobreza avança, denuncia secretário

Parte II, Bloco Assistência Social Veja a Parte I da entrevista: Eleição 2020 A frente da Secretária de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades), Bruno Lamas...

Banestes diz que não vai fechar agência em Nova Almeida, mas comunidade teme desinvestimento

Já foram afixadas placas na Agência do Banestes em Nova Almeida, informando aos clientes que a unidade vai sofrer mudanças. Na prática o banco...

Prefeitura faz demolição de casas em invasão na Serra

A invasão que persisti em continuar, na área de proteção ambiental, na Avenida Norte Sul, em Colina de Laranjeiras, sofreu mais um duro golpe...

Projeto abre mil vagas para cursos profissionalizantes

Está em casa desempregado e sem dinheiro para fazer um curso profissionalizante? Um projeto social da Serra, o Juventude Ativa, está com inscrições abertas...

Você também pode ler

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!