“Uma limpa, outra faz comida. As contas, dividimos”

0
Marlana e Josiane estão juntas a mais de 2 anos. Foto: Edson Reis
Marlana e Josiane estão juntas a mais de 2 anos. Foto: Edson Reis

Por Thiago Albuquerque

Mesmo com todas as mudanças que os tempos atuais trouxeram, quando se fala da divisão de tarefas domésticas e custeio da casa na vida de um casal convencional, logo vem à mente a clássica divisão de responsabilidades: a mulher fica encarregada das tarefas da casa e o homem deve bancar a maior parte do orçamento.

Mas quando o casal é formado por duas mulheres? A soldadora Marlana Ramos Mota, 34 anos, e a promotora de vendas Josiane Jesus de Souza, 30 anos, que moram em Feu Rosa, têm sua receita.  “A Josiane limpa a casa e eu fico com a parte da comida. Não nego limpeza, mas este não é o meu forte”, admite Marlana.

Quando o assunto são finanças, o casal une forças para bancar o orçamento de casa. Mas a gestão dos gastos fica com Marlana, “O dinheiro fica comigo. Dividimos as contas por igual e procuramos não controlar uma a outra”, observa Marlana. Ela revelou que o sonho das duas é comprar a casa própria, pois moram de aluguel.

Quanto à relação com os vizinhos e familiares, elas dizem não ter problema. Josiane conta que o fato de serem um casal homossexual feminino não é motivo para que as pessoas desrespeitem. E embora sonhem em ter filhos, elas entendem que ainda não é o momento. “No mundo que vivemos e muito difícil criar filhos, muita violência”, frisa Josiane.

O casal se conheceu há dois anos através do Facebook. Marlana morava em Guarapari e Josiane, na Serra. Uma amiga em comum intermediou o encontro. A promotora de vendas perguntou a essa amiga, se não conhecia algum “bofinho”. Essa amiga se lembrou de Marlana.  Josiane mandou o convite de amizade na rede social.

Com uma semana de conversa, Josiane foi até Guarapari encontrar Marlana.  Não deu outra.  Veio o namoro. Logo depois os pombinhos – pombinhas melhor dizendo – juntaram as escovas de dente.
 

Comentários