• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 50.690 casos
  • 967 mortes
  • 48.401 curados
25 C
Serra
terça-feira, 13 abril - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 50.690 casos
  • 967 mortes
  • 48.401 curados

Trinta e seis pássaros silvestres em cativeiro são recolhidos

Leia também

CPI dos Maus-Tratos irá ouvir homem suspeito de golpear cadela com facão na Serra

O homem suspeito de dar golpes de facão na cabeça de uma cadela na Serra será ouvido pela CPI...

Em apenas 24 horas, Serra perde mais 11 moradores para o coronavírus e atinge 967 óbitos

Um dado estarrecedor do pico da pandemia causada pelo coronavírus – em maio de 2020– voltou a assombrar os...

Serra começa a vacinar policiais e guardas municipais contra o coronavírus nesta quarta

A Prefeitura da Serra, através da Secretaria de Saúde da Serra (Sesa), iniciará a vacinação dos trabalhadores da força...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Em Vila Velha no último sábado (24) policiais militares do batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) apreenderam 36 pássaros silvestres, durante diligências nos bairros Vale Encantado e Rio Marinho, Vila Velha. Os pássaros estavam sendo mantidos em cativeiro sem o devido registro junto ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Quatro pessoas foram detidas.

Os 13 canários-da-terra, 10 coleiros, três sanhaços, um trinca-ferro, três garibaldis, um azulão, dois melros, dois sabiás e um bico-de-lacre, foram encaminhados ao final da ocorrência para o viveiro da 1ª Companhia Ambiental em Cariacica, onde receberam os cuidados necessários e posteriormente encaminhados ao Centro de Reintrodução de Animais Selvagens (Cereias), em Barra do Riacho (Aracruz) para avaliação, tratamento e posterior reintrodução na natureza.

Em relação aos quatro acusados, foram confeccionados termos circunstanciados ambientais, para que eles se apresentem em juízo, a fim de prestarem maiores esclarecimentos.

Vale lembrar que a infringência do inciso III, do parágrafo primeiro, do artigo 29 da Lei 9.605/98, tem pena prevista de detenção de seis meses a um ano, além de multa, que poderá variar de R$ 500,00 a R$ 5.000,00, dependendo da espécie que esteja sendo mantida em cativeiro.

Os animais foram apreendidos em Vila Velha. Foto: Divulgação PMES
Os animais foram apreendidos em Vila Velha. Foto: Divulgação PMES

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!