Transição para bilhete único no Transcol é iniciada

0
Transcol lotado
Governo promete melhores serviços ao usuário com o bilhete único. (Foto: Arquivo TN)

Habituados a uma rotina caótica e estressante no transporte coletivo, os usuários do Sistema Transcol vão se deparar com novidades na hora de pagar a passagem de ônibus a partir deste sábado (11). É que vai começar o processo de migração do atual sistema para o Bilhete Único Metropolitano. Por pelo menos 30 dias, os usuários terão que passar o cartão em duas máquinas. O anúncio foi feito no último dia 6 de maio pelo Governo do Estado.

Segundo a Secretaria Estadual de Transportes e Obras Públicas (Setop), com a mudança, será possível incorporar novos serviços para os usuários. Entre elas, está a possibilidade de integração futura com os sistemas municipais de ônibus de Vitória e Vila Velha e com outros modais, como bicicletas compartilhadas e o sistema aquaviário. O aumento do número de pontos de vendas de recarga para cartões e sua disponibilidade na internet também são listados como benefícios, de acordo com a Setop.

 A atualização dos validadores será feita durante 30 dias e o bilhete único começa a funcionar em julho. De início, será possível usar o mesmo cartão no Sistema Transcol e no sistema municipal de Vitória. Em 2020, será a vez de integrar as linhas municipais de Vitória.

 Aos usuários que pagam a tarifa de R$3,75 com dinheiro, a Setop informou que nada vai mudar. “A mudança de validador foi motivada por questões tecnológicas. Estamos trocando os aparelhos atuais por outros que possuem as mesmas funções dos antigos, porém, de forma integrada em um único módulo gestor: bilhetagem eletrônica, biometria facial, câmeras de segurança. Isso irá modernizar o sistema e facilitará a realização de manutenções e acompanhamento”, explicou o diretor executivo do GVBus, Elias Baltazar.

Comentários