20.3 C
Serra
sábado, 06 de junho de 2020

Servidores da Serra fazem treinamento para chegada do óleo às praias

Leia também

Mudanças no primeiro escalão da Prefeitura da Serra

Dois secretários municipais, Luciana Malini e Jolhiomar Massariol, foram remanejados entre secretarias da Mulher e da Coordenadoria de Governo...

Serra liberada para investir dinheiro da taxa de luz no combate à covid-19

O município também irá investir em obras e pagamento de precatórios. Valor é referente a 30% da Cosip

Está na Câmara projeto que cria auxílio emergencial de R$ 400 para moradores da Serra

O município da Serra poderá ter seu próprio auxílio emergencial destinado aos moradores financeiramente mais afetados pela crise decorrente...
Bruno Lyrahttps://www.portaltemponovo.com.br
Repórter do Tempo Novo há mais de 10 anos, Bruno Lyra escreve para diversas editorias do portal, principalmente Economia e Meio Ambiente, das quais é o responsável.

Praia de Manguinhos: se o óleo chegar o turismo e lazer serão afetados, além da pesca e dos prejuízos à biodiversidade. Foto: Arquivo TN/Bruno Lyra

A possibilidade do óleo que castiga o mar no Nordeste chegar ao ES e atingir também os cerca de 24 de praias da Serra já mobiliza a cidade. Tanto que, nesta quinta –feira (31) servidores do Departamento de Recursos Naturais e da Fiscalização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente irão à Linhares participar de curso sobre contenção e limpeza de óleo nas praias.

O curso será feito em conjunto com servidores dos municípios das cidades litorâneas do norte capixaba, que devem ser as primeiras atingidas caso a contaminação alcance águas capixabas. O que é possível, uma vez que corrente marítima flui da região próxima a Salvador, Bahia – que foi atingida pelo óleo – em direção ao Espírito Santo, conforme explicou em entrevista ao Tempo Novo, o professor do departamento de Oceanografia da Ufes, Ricardo Ghisolfi.

Também na semana passada, a assessoria de imprensa da Semma informou que o órgão pleiteou o ingresso no comitê de emergência criado pelo Governo do Estado no último dia 22 para monitorar a situação, coordenar ações na tentativa de minimizar os estragos do desastre/crime ambiental e também contabilizar os impactos locais caso ocorram. O comitê também tem participação da Marinha, Ibama e ICMbio.

Ontem (30) a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Seama) informou que o ponto mais ao sul que o óleo atingiu é Ilhéus, Bahia, distante cerca de 400 km  do ES e 600 km da Serra. Ressaltou inclusive que o volume do material encontrado naquele local vem aumentando.

Mesmo sem chegar à Serra e ao ES, o óleo já está causando impactos locais. No início da semana, o Governo Federal decidiu proibir a pesca de camarão e lagosta em boa parte do litoral baiano até a divisa com o ES, que fica na região de Abrolhos. Como o local é o principal pesqueiros dos profissionais serranos e dos demais municípios do capixabas, eles serão afetados, assim como toda cadeia associada, de restaurantes à peixarias, passando por revendedores de combustíveis e prestadores de serviço para as embarcações.

A proibição é por conta do risco de contaminação química dos crustáceos e começa nesta sexta (01) e vai até 31 de dezembro. Confira aqui matéria publicada ontem pelo TEMPO NOVO detalhando esses impactos para economia da Serra e ES.

Até agora não foi apontada a origem do derramamento do petróleo cru que já atingiu mais de 250 praias nos nove estados do Nordeste do Brasil em dois meses.

Comentários

Mais notícias

Serra liberada para investir dinheiro da taxa de luz no combate à covid-19

O município também irá investir em obras e pagamento de precatórios. Valor é referente a 30% da Cosip

Está na Câmara projeto que cria auxílio emergencial de R$ 400 para moradores da Serra

O município da Serra poderá ter seu próprio auxílio emergencial destinado aos moradores financeiramente mais afetados pela crise decorrente do coronavírus. Isso porque já...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!