Serra empata e praticamente dá adeus a chance de classificação | Portal Tempo Novo

Serra, 17 de junho de 2019

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Esporte

Serra, 25 de maio de 2019 às 21:26

Serra empata e praticamente dá adeus a chance de classificação

Por Vilson Vieira Jr
[email protected]

Serra teve boas chances de marcar, mas pecou nas finalizações. (Foto: Rafael Chaves/Serra FC/Divulgação)

Não foi só um empate de 0 a 0. Para o torcedor tricolor, o resultado tem sabor de derrota, já que pode ser o fim do sonho de ir mais longe no Brasileirão Série D. Jogando em casa com seu novo terceiro uniforme, num Robertão com apenas 246 torcedores presentes, o time do Serra enfrentou a URT (MG) na noite deste sábado (25), numa partida sem criatividade e poucas chances claras de gol para ambas as equipes.

A primeira oportunidade do Cobra Coral foi numa cobrança curta de escanteio. Aos 14 minutos, Mauri passou para Canário, que chutou cruzado. O goleiro Arthur, da URT, espalmou e Diego Noronha pegou a sobra e bateu forte, à esquerda do gol do time mineiro. Aos 28 do primeiro tempo, o Serra chegou de novo com Diego Alves, finalizou forte, a bola passou perto do arqueiro da URT, mas foi para a linha de fundo.

Mas a melhor chance da equipe capixaba veio aos 32 minutos. Em um ataque fulminante, Diego Noronha partiu sozinho com a bola dominada, tocou para Yuri Ferraz, que invadiu a área e tocou na saída do goleiro Arthur. A bola só não entrou porque o zagueiro Murilo salvou a URT ao tirar a bola em cima da linha.

A URT apostou num jogo mais recuado e sem agressividade no ataque, sem levar qualquer perigo ao Serra. A melhor chance do time de Patos de Minas apareceu nos momentos finais da primeira etapa, quando, aos 40 minutos, Jean cruzou para Júnior Paraíba, que cabeceou junto com Rodrigo Lacraia, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Para o Serra, um lance envolvendo o atacante Lessinho marcou o primeiro tempo. O cronômetro marcava nove minutos, quando o jogador, em arrancada para o ataque, caiu sozinho. Ele teve que deixar o campo de maca com dores no joelho direito e foi substituído por Diego Alves.

Na etapa final, a partida chegou aos 15 minutos sem que as duas equipes apresentassem criatividade e chances de, finalmente, abrir o marcador. No entanto, ao contrário do primeiro tempo, a URT resolveu mostrar uma postura mais ofensiva. As chances vieram na bola parada. Aos cinco minutos, Michel, na entrada da pequena área, chutou para o gol, mas Walter defendeu e espalmou para o lado.

Outro bom momento da URT durante o segundo tempo foi quando Michel entrou na área e chutou no canto do goleiro tricolor serrano Walter. A bola foi para a rede, mas pelo lado de fora, em mais um lance de perigo contra o Serra. O time capixaba só voltou a pressionar os mineiros a partir dos 22 minutos.

E num momento de pressão do Serra no ataque, os jogadores reclamaram de um toque de mão do zagueiro Gladstone, da URT, que cortou a bola na entrada da área. Ele levou amarelo pelo lance. Falta para o tricolor serrano bater com Guilherme Pitty, que mandou a bola para fora após passar por cima da barreira.

Outra lance duvidoso gerou mais reclamação dos jogadores do Cobra Coral. Aos 30 minutos, após escanteio cobrado pelo Serra, Yuri Ferraz disputou bola com a zaga e tocou em Canário, mas Gladstone roubou a bola. Nesse momento, houve reclamação do Serra de que a bola teria batido na mão de Murilo. O árbitro Valdicleuson Silva da Costa, do Amapá, não viu qualquer infração e mandou o jogo seguir.

E foi com Mauri a melhor chance de gol do Serra e, talvez, de toda a partida. Aos 31 minutos, após receber um passe magistral de Guilherme Pitty, Mauri ficou livre, ele e o goleiro Arthur, mas botou a bola para fora.

Já nos minutos finais da partida, a pressão foi toda do Serra. Guilherme Pitty chutou, a bola bateu na zaga da URT; Diego Alves disputou com Gladstone e a bola sobrou para Tony, que chutou em cima da zaga mineira. Nesse bate-rebate, Paulinho pegou de primeira, mas desperdiçou outra grande chance do tricolor serrano abrir o marcador, mandando a bola para bem longe do gol.

Situação pós-empate

O empate foi um péssimo resultado para ambas as equipes, cujas chances de classificação à próxima fase são remotas. Agora com dois pontos ganhos, o Serra permanece na lanterna do Grupo A13, com apenas um gol marcado. A URT, por sua vez, é a penúltima colocada. Está na frente do tricolor serrano porque sofreu menos gols e também possui dois pontos.

O Serra volta a campo no sábado, dia 1º de junho, às 16h, para enfrentar o Ituano, no Estádio Novelli Júnior, em Itu (SP). Já a URT vai a Brasília encarar o Brasiliense, no Boca do Jacaré, no mesmo dia, às 15h30. Líderes com sete pontos cada, Brasiliense e Ituano se enfrentam neste domingo, às 15h30, no Distrito Federal, para definir a liderança e a classificação.




O que você acha ?

Você é a favor da Reforma da Previdência proposta por Bolsonaro?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por