• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 63.562 casos
  • 1.352 mortes
  • 61.622 curados
20.7 C
Serra
sábado, 12 junho - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 63.562 casos
  • 1.352 mortes
  • 61.622 curados

Serra abre novo agendamento para vacinação contra a gripe nesta quarta (9)

Leia também

Ministro de Bolsonaro cita a Serra e divulga vídeo da obra do Contorno do Mestre Álvaro

Na última sexta-feira (11) o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas publicou um vídeo em suas redes sociais,...

Atenção: Serra ainda tem vagas para vacinas de Covid (1° e 2° dose) e Influenza

A Prefeitura Municipal da Serra, por meio da secretaria de Saúde, informa que das vagas abertas nesta sexta-feira (11),...

Serra retoma aulas presenciais para 14 mil alunos do 6º ao 9º ano e EJA

  As atividades para os alunos da rede municipal de educação da Serra que estão cursando entre o 6º e...
Redação Jornal Tempo Novo com informações de assessoriahttps://www.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

A aplicação ocorrerá sexta-feira (11) e segunda-feira (14) em todas as unidades básicas e regionais de saúde; e sábado (12). Foto: Divulgação

A partir das 20 horas desta quarta-feira (9) a Prefeitura da Serra vai abrir mais um agendamento para vacinação contra a gripe Influenza. O agendamento é feito por meio do link http://gti.serra.es.gov.br/saude/. A aplicação ocorrerá sexta-feira (11) e segunda-feira (14) em todas as unidades básicas e regionais de saúde; e sábado (12).

Quem tomou a vacina da Covid-19, é preciso estar atento ao intervalo das vacinas. Caso já tenha tomado a vacina contra a covid-19, é necessário respeitar o intervalo de 14 dias para tomar a vacina contra a gripe e demais vacinas.

Podem fazer o agendamento as crianças de 6 meses a menores de 6 anos (5 anos, 11 meses e 29 dias), as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto), os trabalhadores da saúde, professores, os idosos com mais de 60 anos, pessoas com deficiência permanente, pessoas com comorbidades, profissionais das forças de segurança e salvamento (policiais federais, militares, civis e rodoviários; bombeiros militares e civis; e guardas municipais), profissionais das forças armadas; trabalhadores do transporte coletivo rodoviário (motoristas, cobradores);  caminhoneiros e trabalhadores portuários.

Para vacinação, todos deverão levar documento com foto e cartão de vacina. Os professores devem levar, ainda, declaração emitida pela escola com vínculo empregatício. O grupo das forças de segurança e salvamento também precisa apresentar um documento que comprove sua vinculação ativa.

Os que apresentam comorbidades, deverão apresentar laudo médico indicando a comorbidade ou a condição existente; ou declaração do enfermeiro do serviço de saúde onde o usuário faz acompanhamento; ou laudo emitido por nutricionista no caso de obesidade mórbida.

Para os deficientes, serão aceitos como comprovação da condição laudo médico indicando a deficiência existente; declaração do enfermeiro do serviço de saúde onde o usuário faz acompanhamento; cartão de gratuidade no transporte público que indique condição de deficiência permanente; documentos comprobatórios de atendimento da pessoa com deficiência permanente em centros de reabilitação ou unidades especializadas no atendimento de pessoas com deficiência; documento oficial de identidade com a indicação da deficiência que indique se tratar de pessoa com deficiência permanente.

Para as condições de evidente deficiência permanente, a pessoa é isenta de apresentação de documento comprobatório.

Comorbidades e deficiências

São consideradas deficiência permanentes: limitação motora que cause grande dificuldade ou incapacidade para andar ou subir escadas; indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de ouvir mesmo com uso de aparelho auditivo; indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de enxergar mesmo com o uso de óculos; indivíduos com alguma deficiência intelectual permanente que limite as suas atividades habituais, como trabalhar, ir à escola, brincar, etc.

As comorbidades incluídas para a vacina contra Influenza são: doença respiratória crônica (asma em uso de corticoide inalatório ou sistêmico (moderada ou grave), doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), bronquiectasia, fibrose cística, doenças intersticiais do pulmão, displasia broncopulmonar, hipertensão arterial pulmonar e crianças com doença pulmonar crônica da prematuridade); doença cardíaca crônica (doença cardíaca congênita, hipertensão arterial sistêmica com comorbidade, doença cardíaca isquêmica e insuficiência cardíaca); doença renal crônica (doença renal nos estágios 3, 4 e 5, síndrome nefrótica e paciente em diálise); doença hepática crônica (atresia biliar, hepatites crônicas e cirrose); doença neurológica crônica (condições em que a função respiratória pode estar comprometida pela doença neurológica. considerar as necessidades clínicas individuais dos pacientes incluindo: acidente vascular cerebral, indivíduos com paralisia cerebral, esclerose múltipla, e condições similares; doenças hereditárias e degenerativas do sistema nervoso ou muscular e deficiência neurológica grave); diabetes (diabetes mellitus tipo I e tipo II em uso de medicamentos); transplantados (órgãos sólidos e medula óssea); portadores de trissomias (Síndrome de Down, Síndrome de Klinefelter, Síndrome de Warkany e dentre outras trissomias).

Redação Jornal Tempo Novo com informações de assessoriahttps://www.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!