• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 35.308 casos
  • 701 mortes
  • 33.807 curados
27.9 C
Serra
sábado, 23 janeiro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 35.308 casos
  • 701 mortes
  • 33.807 curados

Sérgio Vidigal é eleito prefeito da Serra com 54,90% dos votos

Leia também

Serra ultrapassa as 700 mortes por coronavírus e já registra 35.308 casos

A Serra já registra mais de 35.308 casos confirmados e 701 mortes causadas pelo coronavírus. As informações foram divulgadas...

ES vai receber 35,5 mil doses da vacina exportada da Índia e menos de 2 mil serão da Serra

Após fracassadas tentativas de trazer a vacina de Oxford ao Brasil, o governo federal conseguiu viabilizar, juntamente com a...

Serra já vacinou 644 moradores contra a Covid-19 e campanha continua nesta sexta

Desde a última segunda-feira (18), a Serra já vacinou 644 pessoas com a primeira dose do imunizante contra o...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

As urnas foram abertas e o resultado é oficial: o deputado federal, Sérgio Vidigal (PDT), será, mais uma vez, prefeito da Serra. De acordo com a Justiça Eleitoral, 100% das urnas já foram apuradas. Os dados mostram que Vidigal teve 111.920 votos, o equivalente a 54,90% dos votos válidos (excluindo brancos e nulos). O próximo chefe do Executivo que comandará a administração municipal pelos próximos quatro anos já foi prefeito da cidade em outras três ocasiões: 1996, 2000 e 2008.

Com Sérgio Vidigal, em primeiro lugar na votação do segundo turno, Fábio Duarte ficou em segundo lugar e conquistou 91.931 eleitores, um total de 45,70% dos votos. As últimas pesquisas divulgadas por veículos de comunicação mostravam que o ex-prefeito liderava os levantamentos e poderia ser eleito de primeira. Vidigal também manteve sua liderança que já vinha desde o primeiro turno, que ocorreu no dia 15 de novembro.

A cidade teve, nesse segundo turno, 203.851 votos em Vidigal e Fábio. Além disso, 8.112 votos brancos e 11.181 nulos.

Vale lembrar que a Serra, no primeiro turno, teve nove candidatos disputando à prefeitura nesta eleição. Foram eles: Alexandre Xambinho (PL), Bruno Lamas (PSB), Delegado Federal Márcio (MDB), Ebinho (PCdoB), Fábio Duarte (Rede), Gracimeri Gaviorno (PSC), Luciana Malini (PP), Vandinho Leite (PSDB) e Sérgio Vidigal.

Como nenhum deles conquistou 50% dos votos válidos mais um, foi preciso ter segundo turno. No primeiro, Vidigal teve 100.837 votos, um total de 47,46%. Já Fábio teve 41.194, que somou 19,39%.

Neste ano, por conta da pandemia causada pelo coronavírus, a votação das eleições municipais teve o horário ampliado: de 7h às 17 horas. Após esse período, a apuração começou a ser realizada e durou aproximadamente 2 horas. Depois de momentos de apreensão, os moradores da cidade puderam contar com o resultado oficial. Toda a apuração também foi transmitida em tempo real pelo site do Jornal Tempo Novo.

Atualmente, segundo dados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-ES), a Serra possui 327.670 eleitores aptos para esta eleição.

Essa foi a segunda eleição consecutiva que a Serra contou com um segundo turno de votações. Em 2016, a disputa ficou acirrada entre o atual prefeito Audifax Barcelos (Rede) – que disputava a reeleição – e Sérgio Vidigal. Na ocasião, Vidigal entrou em primeiro no segundo turno, mas acabou sendo derrotado pelo atual chefe do Executivo municipal. Este ano, Audifax – que já foi prefeito por três vezes – não pode ser candidato, pois esgotou sua possibilidade de reeleição, já que seus dois últimos mandatos foram consecutivos.

No entanto, ele lançou Fábio Duarte como seu nome de sucessão. Audifax fez uma intensa campanha para emplacar o nome do vereador. No entanto, Fábio foi derrotado nas urnas.

O TEMPO NOVO está em contato com Sérgio Vidigal. Assim que obtiver sucesso, essa matéria será atualizada com o depoimento do próximo prefeito da Serra. Ele assumirá o poder em 1° de janeiro de 2021.

Sérgio Vidigal e a Serra

Atual deputado federal, Vidigal foi o único disputante deste ano que já administrou a Prefeitura da Serra (1996, 2000 e 2008). Essa foi a 7° vez que ele se candidatou ao cargo de prefeito. (1992, 1996, 2000,2008, 2012 e 2016), dessas, ele venceu em três situações.

Durante sua campanha, Vidigal sempre se colocou como o único candidato experiente para gerir o Município na pandemia do coronavírus e no pós-pandemia.

Acompanhe em tempo real:

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!