28.7 C
Serra
segunda-feira, 13 de julho de 2020

Sem rede de esgoto, morador é proibido de fazer fossa em calçada

Leia também

Com diminuição nos casos e óbitos diários, Serra registrou somente uma morte nas últimas 48 horas

Mesmo com o Espírito Santo ultrapassando a triste marca de duas mil mortes causadas pelo coronavírus no último domingo...

Sine da Serra vai dar curso e os melhores terão emprego garantido

A Secretaria de Trabalho, Emprego e Renda da Serra (Seter), em parceria com uma empresa prestadora de serviço para...

Opinião TN: O sucesso do governo Bolsonaro

Se tem uma frente em que o governo de Jair Bolsonaro (sem partido) está tendo sucesso é a do...
Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

O local não tem rede de esgoto e a construção foi embargada na tarde da última terça-feira (13) por fiscais da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) da cidade. Foto: Redação TN

O proprietário de um prédio às margens da avenida Abdo Saad (ES-010), na altura do bairro São Francisco, foi impedido de construir fossas na calçada. O local não tem rede de esgoto e a construção foi embargada na tarde da última terça-feira (13) por fiscais da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) da cidade, que precisaram de apoio da Guarda Municipal para realizar a ação.

Identificado como filho do proprietário, Lucas Campos estava trabalhando na obra quando os fiscais chegaram. Ele disse que o prédio existe há mais de 20 anos e, por não ter rede de esgoto até hoje na região, a construção de fossas é a única alternativa para não ter que jogar a sujeira na praia, que fica perto do imóvel.

“Nós já temos fossa, mas ela está saturada. Por isso, a gente precisa construir novas. A fiscalização alega que não posso fazer sob a calçada, pois é via pública. Mas esse é o único espaço que temos. Esse lei mudou há pouco tempo, pois na época que fizemos o prédio colocamos a fossa na calçada com autorização da Prefeitura”, disse.

Lucas falou, ainda, que já tinha comprado materiais e contratado mão de obra, um investimento de cerca de R$ 10 mil para a implantação de novos conjuntos de fossas. “Esse é um custo que não precisaríamos arcar, pois é responsabilidade do Estado coletar nosso esgoto aqui”, diz.

Mas as novas fossas abertas foram fechadas pela equipe de fiscalização ainda na tarde da terça-feira (13). Sob a condição de não ter o nome divulgado, um dos fiscais disse que é proibido construir fossas em calçadas e ruas. “A lei só permite se for no interior do terreno”, frisa.

Desde 2015, o esgoto da cidade está sob gestão da parceria público-privada (PPP) Cesan/Ambiental Serra, montada justamente para ampliar as redes de coleta e tratamento de esgoto. A reportagem perguntou à Cesan quando haverá rede de esgoto no local, mas a empresa não respondeu.

 

 

 

 

 

 

Comentários

Mais notícias

Sine da Serra vai dar curso e os melhores terão emprego garantido

A Secretaria de Trabalho, Emprego e Renda da Serra (Seter), em parceria com uma empresa prestadora de serviço para uma siderúrgica, está oferecendo vagas...

Opinião TN: O sucesso do governo Bolsonaro

Se tem uma frente em que o governo de Jair Bolsonaro (sem partido) está tendo sucesso é a do meio ambiente. Sim, você não...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!