15.8 C
Serra
sexta-feira, 29 de Maio de 2020

Segundo turno da Fams é confirmado após briga judicial

Leia também

Indústria cobra e Estado diz que está liberando crédito para empresas

Nesta quinta-feira (28) a Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) divulgou carta aberta em que cobra o governo...

Queima de pneus todos os dias incomoda moradores de bairro da Serra

Na região de Feu Rosa e uma parte de Portal de Jacaraípe a reclamação é a fumaça gerada pela...

Covid-19 também provoca epidemia de desemprego na Serra

Locomotiva econômica e município de maior população do ES, a Serra é a cidade com mais demissões nesta pandemia...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Jean x Edmar: rivalidade na Fams reflete disputa para prefeito em outubro. Fotos: Joatan Alves
Jean x Edmar: rivalidade na Fams reflete disputa para prefeito em outubro. Fotos: Joatan Alves

Conceição Nascimento

Mais um capítulo na novela da eleição para a diretoria da Federação das Associações de Moradores da Serra (Fams). Depois do empate entre as Chapas 2 e 3, na eleição realizada em 16 de abril, por 171 votos cada, o caso foi parar na justiça, por desentendimento quanto ao critério de desempate. Porém nesta semana os membros da comissão eleitoral da Fams, Welington Nanall e Josias Coleiro, se reuniram e deliberaram o segundo turno do pleito para o dia 15 de maio (domingo), no Ginásio Hercules Antônio Miranda, na Serra-sede, entre 9h e 13h.

A rivalidade tem como pano de fundo a disputa eleitoral de outubro, que divide duas das principais lideranças políticas serranas, Audifax Barcelos (Rede-prefeito) e Sérgio Vidigal (PDT-deputado federal). Jean Cassiano (PSD) ligado ao prefeito Audifax, representa a Chapa 2 e Edmar Souza (PSDB) ligado a dobradinha Vandinho Leite/Vidigal é o cabeça da  Chapa 3.

“Estamos encaminhando o novo processo eleitoral com base na decisão da desembargadora (Heloísa Cariello). Sempre defendi o segundo turno, e a comissão tem autonomia para decidir o critério de desempate”, disse Welington Nanall, membro da Comissão Eleitoral.

O segundo turno foi decidido após o empate entre as duas chapas, quando a comissão eleitoral entendeu que seria o melhor critério para desempate. Porém, insatisfeitos com a determinação, integrantes da Chapa 3 recorreram à Justiça, e conseguiram liminar da juíza Cinthya Laranja, determinando que fosse empossado presidente da Federação o candidato mais idoso, no caso Edmar Souza. Entretanto, membros da Chapa 2 recorreram  junto à desembargadora Heloísa Cariello, que optou por anular o efeito da liminar anterior, mantendo o efeito do texto da ata elaborada no dia 22 (após o empate), feita pela comissão, que determinava segundo turno.

Para o candidato da Chapa 2, Jean Cassiano, a desembargadora acertou, quando respeitou a decisão da Comissão Eleitoral. “Contempla o Estado Democrático de Direito, onde o movimento popular elege por meio do voto seus representantes”.

Já Edmar Souza se limitou a mencionar o Estatuto da Federação. “O Estatuto é omisso, o critério de idade é constitucional, mas eles não aceitaram. Logo, não quero opinar sobre nada, agora é a Justiça que tem que opinar. Trabalho no movimento popular há muitos anos, vou continuar fazendo meu trabalho”, destacou.

Comentários

Mais notícias

Queima de pneus todos os dias incomoda moradores de bairro da Serra

Na região de Feu Rosa e uma parte de Portal de Jacaraípe a reclamação é a fumaça gerada pela insistente queima de pneus que...

Covid-19 também provoca epidemia de desemprego na Serra

Locomotiva econômica e município de maior população do ES, a Serra é a cidade com mais demissões nesta pandemia de coronavírus. Em abril, 5.605...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!