Salário mínimo, impostos, infraestrutura, indústria: o que propõem os candidatos à presidente e ao governo | Portal Tempo Novo

Serra, 24 de outubro de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Economia

Serra, 5 de outubro de 2018 às 11:02

Salário mínimo, impostos, infraestrutura, indústria: o que propõem os candidatos à presidente e ao governo


O Tempo Novo resumiu as principais propostas na área de Economia de cada postulante ao Governo do ES. Os itens foram baseados no plano de governo de cada um, que pode ser conferido na íntegra no portaltemponovo.com.br. Também foram compiladas as propostas de economia dos cinco melhores colocados nas pesquisas para presidente, considerando os itens emprego, salário mínimo e impostos.

Para governador, infraestrutura e indústria. As informações são dos planos de governo, site oficial dos candidatos e declarações à imprensa. Os planos de governo podem ser conferidos na íntegra no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Confira as propostas dos postulantes ao Palácio Anchieta e Alvorada: 

INFRAESTRUTURA

ANDRÉ MOREIRA (PSOL)

Investir em habitação, saneamento e transporte público;Construir hospitais regionais. Delegacias e ciclovias nos centros;Implantar transporte aquaviário.

ARIDELMO TEIXEIRA (PTB)

Implantar rede de fibra ótica na Grande Vitória e telecomunicações no Estado;

Melhorar rodovias e fazer contornos; Adequarcom o governo federal, aeroporto de Linhares para voos regionais e acessos aos portos; Implantar as ferrovias EF-118 e EF-354, duplicar BR 262.

CARLOS MANATO (PSL)

Cobrar duplicação da BR 101 e BR 262;Recuperar rodovias estaduais; Tentar implantar o projeto BRT e aquaviário; Ampliar as Parcerias Público-Privada (PPP’s) de saneamento básico.

JAQUELINE ROCHA (PT)

Ampliações e instalações de um porto de águas profundas, ramais ferroviários e duplicação da BR262; Ampliar ciclovias; Investir em transporte coletivo; Cobrar o investimento da concessão da Estrada de Ferro Vitória-Minas.

RENATO CASAGRANDE (PSB)

Investir em estradas, concessões, parcerias com o setor privado e convênios com o governo federal;Cobrar as duplicações da BR 101, BR 262 e construção da EF 118; Estimular investimentos em terminais portuários; Apoiar a instalação de rede de aeroportos regionais.

ROSE DE FREITAS (PODE)

Investir em estradas rurais, infraestrutura e reservatórios para irrigação.

INDÚSTRIA

ANDRÉ

Incentivar cooperativas.

ARIDELMO

Desburocratizar a abertura;Criar polos e condomínios empresariais;

Atrair recursos de organismos internacionais; Incentivar feiras com rodadas de negócios.

MANATO

Não fala em ações específicas

JAQUELINE

Fomentar a instalação de novos polos industriais e polos tecnológicos; pedir a reabertura da Samarco.

CASAGRANDE

Reduzir a burocracia para instalação;Facilitar o acesso ao crédito e aumentar os recursos disponíveis;Criar linhas de financiamento diferenciadas para regiões menos desenvolvidas; Atrair empresas de alta tecnologia; Fortalecer polos empresariais e criar novos em microrregiões; Fortalecer asPPP’s

ROSE

Não fala em ações específicas

Também foram compiladas as propostas de economia dos cinco melhores colocados nas pesquisas para presidente. As informações são dos planos de governo, site oficial dos candidatos e declarações à imprensa. Os planos de governo podem ser conferidos na íntegra no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

EMPREGO

Ciro Gomes (PDT)

Criação de 2 milhões com retomada de obras paradas e outras

Fernando Haddad (PT)

Não dá números. Diz que vai gerar vagas retomando obras paradas e Minha casa minha vida.

Geraldo Alckmin (PSDB)

Criação de 2 milhões com retomada de obras paradas

Jair Bolsonaro (PSL)

Não dá números. Ter duas carteiras de trabalho: a verde e amarela (contrato individual) e a azul (CLT); Criar outra CLT para o trabalhador rural.

Marina Silva (Rede)

Criação de 2 milhões até 2022 e 3,9 mi até 2030, só com obras ligadas à energia solar.

SALÁRIO MÍNIMO

Ciro

Não definiu ainda.Pensa em aumentar considerando o crescimento médio de anos anteriores

Haddad

Reajuste conforme inflação dos últimos 12 meses

Alckmin

Aumento acima da inflação

Bolsonaro

Não cita

Marina

Reajuste conforme inflação dos últimos 12 meses

IMPOSTOS

Ciro

Reduzirem 15% as desonerações tributárias; Isenção na aquisição de bens de capital; ReduzirIR da pessoa jurídica e PIS/COFINS e ICMS; Unir tributos em um só, o Imposto Sobre Valor Agregado (IVA);RecriarIR sobre lucros e dividendos; Aumentar imposto sobre heranças e doações;

Haddad

Tributação direta sobre lucros e dividendos; Criar Imposto sobre Valor Agregado (IVA);Isenção de IR para até cinco salários e tabela progressiva para demais.

Alckmin

Unir vários tributos, o Imposto Sobre Valor Agregado –IVA;Reduzir impostos das empresas

Bolsonaro

Unir tributos; Independência do Banco Central, diretoria com mandatos fixos; Não taxar grandes fortunas, heranças e novas tributações a empresários;Isenção de IR para até 5 salários e taxa única de 20% para demais

Marina

Reformar ITR;

Unir cinco tributos(PIS, Cofins, IPI, ICMS e ISS) em um só, Imposto sobre Bens e Serviços (IBS);

Tributar dividendos com redução simultânea do IRPJ;

Aumentar imposto sobre herança, com isenções progressivas e aumento da base de tributação sobre propriedade.




O que você acha ?

Você já brigou com amigos e familiares por conta de política?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por