23.7 C
Serra
sábado, 16 outubro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

Rio que abastece a Serra está 37 vezes mais volumoso do que há 2 semanas

Leia também

Câmara da Serra lança campanha para arrecadar e distribuir absorventes íntimos

A discussão sobre pobreza menstrual mobilizou a Mesa Diretora da Câmara da Serra. O presidente da Casa, vereador Rodrigo...

Serrana consegue anular dívida de R$ 14 mil após procurar ajuda no Procon-Ales

Com base na Lei 11.353, de autoria do deputado Vandinho Leite, que diz que moradores atuais das residências não...

Vidigal anuncia programa para castração e recolhimento de cães e gatos no município

O prefeito da Serra, Sérgio Vidigal, anunciou na tarde desta sexta-feira (15) que está criando, por meio da secretaria...
Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

Rio Santa Maria perto da captação da Cesan após chuvas: água barrenta. Foto: Arquivo TN/Bruno Lyra

As chuvas que caíram no Espírito Santo nos últimos dias foram suficientes para encher os mananciais que vinham em estado crítico de vazão. Na Serra, o Rio Santa Maria da Vitória é o responsável pelo abastecimento da maior parte da população. No final de setembro, o rio estava com vazão de 2.4 mil litros/segundo, que é abaixo do nível crítico.

Entretanto, de acordo com o boletim emitido pela Agerh (Agência Estadual de Recursos Hídricos) no último dia 13 de outubro, o rio apresentava uma vazão de 90 mil litros/segundo, ou seja, 37 vezes mais volumoso do que há duas semanas.

A tendência é que o volume do rio caia nos próximos dias, caso não volte a chover, no entanto, já é um alento para mitigar o cenário preocupante que havia, uma vez que a própria Cesan já tinha afirmando que não descartaria o racionamento de água.

Vale ressaltar que o ES ainda está compreendido dentro do perímetro brasileiro que está em situação de seca. Segundo o Monitor de Secas, no Espírito Santo, apesar das chuvas, permanecem as condições de seca fraca no centro-sul e de seca moderada no norte.

Rio Santa Maria e importância para região

O Rio Santa Maria da Vitória nasce no município de Santa Maria de Jetibá, suas águas percorrem 122 quilômetros até desaguar na Baía de Vitória. A área de drenagem da sua bacia hidrográfica é de 1844 km2 e abrange cinco municípios do Estado: Santa Maria de Jetibá, Santa Leopoldina, Cariacica, Serra e Vitória.

O Rio é um dos principais mananciais da Grande Vitória. Juntamente com o Rio Jucu, e o Rio Reis Magos, ele é responsável pelo abastecimento de água da GV, já que abastece a parte continental da capital e a maior parte do município da Serra. Além disso, ele é utilizado também nas operações industriais da ArcelorMittal, que é a maior consumidora individual de água da Serra.

Além das águas captadas pela Cesan na região rural da Serra, outra fonte de abastecimento é a Barragem de Rio Bonito, que fica localizada em Santa Maria de Jetibá, há 624 metros de altitude. No auge da crise hídrica de 2016, a hidrelétrica foi desativada e se transformou em uma represa de água para consumo humano.

Redação Jornal Tempo Novohttp://WWW.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!