• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 33.518 casos
  • 683 mortes
  • 32.183 curados
29.2 C
Serra
sábado, 16 janeiro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 33.518 casos
  • 683 mortes
  • 32.186 curados

Que tal subir o Mestre Álvaro | São 833 metros de altitude e tem aventura em fevereiro

Leia também

ES recebe 1,5 milhão de seringas para vacinação contra a Covid-19

Chegou ao Estado na manhã deste sábado (16), a primeira remessa de 1,5 milhão de seringas que serão utilizadas...

Advogado mata adolescente que tentava assaltar mulher na Serra

Um adolescente foi morto, na tarde desta sexta-feira (15), ao tentar assaltar uma mulher na avenida Talma Rodrigues Ribeiro,...

Prefeitura fiscaliza bares para flagrar aglomeração e conter Covid-19 na Serra

Pensando em conter o avanço do coronavírus e conscientizar a população, a Prefeitura da Serra está intensificando ações de...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

A subida é repleta de obstáculos e com mata fechada. Foto: Guardiões do Mestre

Dia 7 de fevereiro – um domingo vai ter subida até o topo do Mestre Álvaro que possui 833 metros de altitude. Quem quiser se aventurar e curtir o visual do alto do monte a trilha desta vez é a do restaurante, pela Serra Sede.

A saída será do Restaurante Recanto Mestre Álvaro, em Guaranhuns, região rural da Serra, às 6h40. De lá, os trilheiros seguem até o ponto mais alto da montanha. Para chegar no topo, são aproximadamente 13 quilômetros no total e uma caminhada de cerca de 4 horas em meio a mata fechada e trajeto repleto de obstáculos naturais e bem inclinados.

O local possui água, mas não é mineral. A organização pede que os aventureiros levem pelo menos 3 litros de água para se hidratarem durante a subida e a descida do morro.

Todo o trajeto conta com acompanhamento de guia e também haverá sorteio de brindes.

“Sempre dou a dica para o uso do calçado correto que pode ser bota de trekking ou tênis usado. Quem quiser se aventurar deve levar também 3 litros de água para hidratação, repelente, alimentação leve, mochila  e protetor solar”, destaca Junior Nass, organizador da subida.

Durante toda a atividade, tanto na subida, quanto na descida, existem perigos e riscos como torção por movimento inadequado ao caminhar ou queda em obstáculos, pequenas lesões e escoriações são riscos inerentes à atividade e picada de inseto.

Maiores informações com Junior Nass pelo telefone 27 99631-2337. O valor para participar é R$ 25. São 30 vagas no total. Tudo que é arrecadado nas subidas é revertido para atividades de monitoramento da fauna e flora do Mestre Álvaro e também educação ambiental.

💵 Conta para deposito 💵

Caixa Econômica Federal

Conta poupança 161738-7

Ag: 0882

Op: 013

CPF: 105.282.717-92

Picpay @guardioesdomestre

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!