Professora cria projeto em escola para inclusão de jovens surdos

0
Professora cria projeto em escola para inclusão de jovens surdos
Projeto social funciona em escola pública de Bairro das Laranjeiras. (Foto: Divulgação)

Célia Valério é professora de escola pública na Serra e leciona Linguagem Brasileira de Sinais (Libras). Ela reside em Morada de Laranjeiras e sempre atuou como voluntária em comunidades carentes do município, atendendo a pessoas surdas em hospitais, festas e, nas escolas onde já trabalhou, desenvolvia projetos ligados à Língua de Sinais.

Hoje, ela comanda um projeto social no Bairro das Laranjeiras, região de Jacaraípe, com foco na inclusão de pessoas com surdez. É o projeto “Mãos Que Transformam Vidas”, que funciona na EMEF Leonel de Moura Brizola.

“Nele, trabalhamos a Língua Brasileira de Sinais (Libras) do nível básico, de forma lúdica e de fácil entendimento. Nessa proposta, destacamos os valores, o relacionamento interpessoal e a ética”, explica Célia.

A iniciativa de Célia foi premiada com um edital da Secretaria Estadual de Cultura, em 2018. Incentivada pela diretora da escola onde ela trabalha para participar do certame, a voluntária prontamente aceitou o desafio. “Escrevi o projeto acreditando que o trabalho como voluntária que fiz a vida toda em comunidades poderia servir como experiência nesse projeto. Enviei para o edital e fui contemplada!”, conta. Segundo ela, o prêmio vai manter as atividades até novembro deste ano.

Atualmente, o projeto atende a alunos acima de 15 anos, com uma proposta profissionalizante, que acontece toda terça-feira, de 18h às 20h. Mas, em breve, o projeto vai ampliar o atendimento à comunidade com a abertura de mais uma turma. “O Kids, de 10 a 15 anos, inicia em julho, com aulas de forma lúdica, com brincadeiras e dinâmicas, muita arte e música, tudo envolvendo Libras”, destaca a professora e voluntária.

Comentários