21.6 C
Serra
quinta-feira, 04 de junho de 2020

Professora cria projeto em escola para inclusão de jovens surdos

Leia também

Para conviver com filhos, pais separados devem se adaptar na quarentena

Este artigo não remete necessariamente a opinião do Portal Tempo Novo, mas sim do advogado Leandro Sarnáglia. Desde o início...

Serra vai acolher idosos positivos para Covid-19 em hotel durante quarentena

A Prefeitura da Serra oferece uma nova modalidade de acolhimento no município para idosos e pessoas com deficiência. O...

Em live, prefeito da Serra e do Macapá discutem gestão e pandemia nesta quarta

Os prefeitos Audifax Barcelos (Rede), da Serra, e Clecio Luiz, do Macapá, realizam live nesta quarta-feira (3) para discutir...
Vilson Vieira Jrhttps://www.portaltemponovo.com.br%20
Morador da Serra, Vilson Vieira Junior é repórter do Tempo Novo. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Esporte.

Projeto social funciona em escola pública de Bairro das Laranjeiras. (Foto: Divulgação)

Célia Valério é professora de escola pública na Serra e leciona Linguagem Brasileira de Sinais (Libras). Ela reside em Morada de Laranjeiras e sempre atuou como voluntária em comunidades carentes do município, atendendo a pessoas surdas em hospitais, festas e, nas escolas onde já trabalhou, desenvolvia projetos ligados à Língua de Sinais.

Hoje, ela comanda um projeto social no Bairro das Laranjeiras, região de Jacaraípe, com foco na inclusão de pessoas com surdez. É o projeto “Mãos Que Transformam Vidas”, que funciona na EMEF Leonel de Moura Brizola.

“Nele, trabalhamos a Língua Brasileira de Sinais (Libras) do nível básico, de forma lúdica e de fácil entendimento. Nessa proposta, destacamos os valores, o relacionamento interpessoal e a ética”, explica Célia.

A iniciativa de Célia foi premiada com um edital da Secretaria Estadual de Cultura, em 2018. Incentivada pela diretora da escola onde ela trabalha para participar do certame, a voluntária prontamente aceitou o desafio. “Escrevi o projeto acreditando que o trabalho como voluntária que fiz a vida toda em comunidades poderia servir como experiência nesse projeto. Enviei para o edital e fui contemplada!”, conta. Segundo ela, o prêmio vai manter as atividades até novembro deste ano.

Atualmente, o projeto atende a alunos acima de 15 anos, com uma proposta profissionalizante, que acontece toda terça-feira, de 18h às 20h. Mas, em breve, o projeto vai ampliar o atendimento à comunidade com a abertura de mais uma turma. “O Kids, de 10 a 15 anos, inicia em julho, com aulas de forma lúdica, com brincadeiras e dinâmicas, muita arte e música, tudo envolvendo Libras”, destaca a professora e voluntária.

Comentários

Mais notícias

Serra vai acolher idosos positivos para Covid-19 em hotel durante quarentena

A Prefeitura da Serra oferece uma nova modalidade de acolhimento no município para idosos e pessoas com deficiência. O Hotel Praia Sol, localizado em...

Em live, prefeito da Serra e do Macapá discutem gestão e pandemia nesta quarta

Os prefeitos Audifax Barcelos (Rede), da Serra, e Clecio Luiz, do Macapá, realizam live nesta quarta-feira (3) para discutir temas referentes à pandemia do...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!