27.1 C
Serra
terça-feira, 31 de março de 2020

Produção industrial do ES tem maior queda do país

Leia também

Mais um paciente está curado do coronavírus no ES, diz governo

Dos 85 casos confirmados de coronavírus no Espírito Santo, 13 pacientes já estão curados da doença. A afirmação é...

Moradora de Valparaíso preocupada com aglomeração de pessoas em feira orgânica do bairro

Uma moradora de Valparaíso que não quis se identificar está preocupada com o número de pessoas que se aglomeram...

Supergasbras diz que não vai haver desabastecimento de gás no ES

    Um vídeo tem circulado em redes sociais e grupos de whatsapp desde a noite da última segunda (30). No...

Fábrica da Suzano, em Aracruz; produção de celulose em queda ajudou a derrubar desempenho da indústria no Espírito Santo. Foto: Divulgação

A produção industrial capixaba teve o pior resultado do país dentre os estados pesquisados. De acordo o Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), em maio,a produção industrial do Espírito Santo teve queda de 2,2% em relação a abril e de 17,4% em comparação a maio de 2018. Cenário que pode agravar o quadro de desemprego provocado pela crise nacional e a paralisação da Samarco, em novembro de 2015.

Segundo o IJNS, o desempenho ruim foi puxado pelos setores de mineração, óleo e gás natural, celulose e metalurgia. Todos eles com empresas atuando na Serra, o município mais industrializado do estado. Fato que deixa lideranças locais preocupadas.

Caso do secretário municipal de Desenvolvimento, José Eduardo Azevedo. Para ele, se o cenário persistir, pode haver fechamento de empresas e demissões. O secretário pontua que há uma preocupação especial com a siderurgia e rede de fornecedores e prestadores de serviço após a queda da produção de minério da Vale, desde o rompimento da barragem de Brumadinho (MG), em janeiro. O setor é pilar da economia não só da Serra como do estado.

“O setor siderúrgico vem sentindo algumas dificuldades, especialmente com o preço da matéria-prima, que subiu após a tragédia de Brumadinho. Ainda não observamos fechamentos de indústrias e desemprego, mas se o quadro se perpetuar, isso pode acontecer. Junto com isso, vemos um quadro nacional de queda na expectativa de retomada da economia”, explica Azevedo.

Por outro lado, o secretário vê com otimismo obras na Arcelor para reduzir o pó preto e futuros projetos da empresa para a expansão produtiva, como o anunciado LTF (Laminador de Tiras a Frio). “Temos outros setores, como centros de distribuição, logística, crescimento do comércio e serviços que estão compensando as dificuldades da indústria, e a expectativa é de que vamos passar 2019 com saldo de empregos positivos. Os investimentos da Arcelor de melhoria e ampliação do processo produtivo também trazem otimismo”, conclui.

Celulose, minério e petróleo em baixa

Por email, o presidente da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), Léo de Castro, disse que a falta de eucalipto e de minério de ferro impulsionaram a queda. Mas ponderou que não são setores tão intensivos de mão de obra; por isso, a indústria capixaba segue com saldo positivo de geração de empregos neste ano.

“A unidade da Suzano, em Aracruz, sofre com a escassez de matéria-prima. Essa foia indústria que apresentou a maior queda proporcional.Depois, vem a indústria extrativa, o efeito da maturidade dos campos de petróleo no Espírito Santo e os efeitos do acidente em Brumadinho, que repercute no abastecimento das usinas da Vale e na produção”, enumera Léo.

Queda na produção por setor entre maio 2019/18 

Indústria extrativa –32,2%

Indústria de Transformação –13%

Metalurgia –9,6%

Valor global -17,4%

Fonte: IJNS

Comentários

Mais notícias

Moradora de Valparaíso preocupada com aglomeração de pessoas em feira orgânica do bairro

Uma moradora de Valparaíso que não quis se identificar está preocupada com o número de pessoas que se aglomeram nas feiras livres, em especial,...

Supergasbras diz que não vai haver desabastecimento de gás no ES

    Um vídeo tem circulado em redes sociais e grupos de whatsapp desde a noite da última segunda (30). No vídeo, o motorista de caminhão...

Serra deve receber hospital de campanha para pacientes com Covid-19

Com previsão para entrega em 15 dias, a Serra pode ter o seu hospital de campanha, para atendimento às suspeitas e aos infectados com...

PDT nega aproximação com Rodrigo Caldeira

Lideranças do Partido Democrático Trabalhista (PDT) reagiram a matéria publicada no Tempo Novo, nesta segunda-feira (29), dando conta de que o presidente da Câmara...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem